MADEIRA Meteorologia

JPP diz que o IVA é a “vaquinha” que engorda “à custa do povo e das empresas”

Data de publicação
18 Abril 2024
12:38

JPP entende que o IVA é a “vaquinha” que engorda “à custa do povo e das empresas”.

“Que o diga Miguel Albuquerque, exímio gastador do cofre público e fiel defensor de um IVA colonialista a 22%, enquanto aqui ao lado os nossos compatriotas açorianos pagam a generalidade dos produtos a 16%”. Palavras de Élvio Sousa o qual indica que, desde de que o presidente demissionário tomou posse, “as receitas de IVA passaram de 352 milhões para 549 milhões, uma verdadeira ‘vaquinha’ a engordar à custa do esforço financeiro do povo, das famílias e das empresas”.

No entanto, denota o líder do JPP, “curiosamente”, ontem, “assistimos ao levantar de uma voz que tolerou, apoiou e permitiu, tendo o condão da maioria na mão, dessa canga e escravatura fiscal sobre os madeirenses. José Manuel Rodrigues, que sempre votou do lado do seu PSD contra a redução gradual do IVA e da proposta e da solução provisória do JPP de baixar o IVA dos bens à taxa reduzida, acordou já muito tarde para essa realidade, após longos cinco anos de ‘soberania cortesã’”, afiança.

Élvio Sousa entende que “descer à realidade passado cinco anos e com dados oficiais de aumento de receita anual de IVA, parece ser mais uma reação direta à provável perda de função ou cargo, do que propriamente uma ação sentida”. Nesse sentido, o partido questiona ainda qual a razão para José Manuel Rodrigues quando lá esteve, mesmo quando a receita atingiu os 492 milhões de euros (2022), não ter pensado “em aliviar a vida das famílias e das empresas?”. E sustenta: “Não se deixa para amanhã, o que se pode fazer hoje, diz o povo”.

“Nas vezes em que podia fazer alguma coisa, alinhou com o PSD no sentido de não se tocar nas taxas do IVA, uma “vaca sagrada” para as governações de Miguel Albuquerque. A catarse de José Manuel Rodrigues passará por Lucas 15:7-10 quando diz que ‘haverá mais alegria no céu por um pecador que se arrepende do que por 99 justos que não precisam de se arrepender’”, remata.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas