MADEIRA Meteorologia

José Manuel Rodrigues destaca "um mar de oportunidades" na relação entre Portugal e o Brasil

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
13 Junho 2023
9:09

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira defendeu, ontem, que é imperioso "ganhar as segundas e terceiras gerações para o nosso Portugal", através da consolidação dos laços culturais.

Esta posição foi defendida, esta segunda-feira, durante uma visita ao Real Gabinete Português de Leitura, a maior biblioteca portuguesa fora de Portugal, que conta com um acervo de 450 mil livros, no qual se inclui o original dos Lusíadas, de Luís de Camões, datado de 1572, e até algumas peças alusivas aos 600 anos de História da ilha da Madeira.

Recebido por Francisco Gomes da Costa, presidente da instituição, José Manuel Rodrigues relevou a importância desta "joia cultural na cidade do Rio de Janeiro", tendo, inclusive, destacado, no texto que assinou no Livro de Visitantes, o orgulho de ser português emanado das obras que teve oportunidade fruir, naquele que considerou ser um dos momentos mais marcantes desta passagem pelo Rio de Janeiro.

"A eloquência da nossa extraordinária história e a epopeia das Descobertas podem ser respiradas neste Real Gabinete. Aqui se sente e vive a portugalidade e os novos mundos que demos ao mundo a partir do Atlântico", escreveu, acrescentado ainda que "a ilha da Madeira foi a plataforma dessa "primeira globalização" que cruzou povos, culturas e conhecimentos, plasmados nas obras e livros desta instituição.

"Aqui, o orgulho de ser português ganha uma outra dimensão. Felicitações a todos aqueles que, ao longo de quase dois séculos, foram construindo esta grande e nobre instituição que prestigia Portugal no Brasil e no mundo", declarou.

Na véspera de partir rumo a Santa Catarina, onde participará na Sessão de Abertura da Cimeira Mundial da Família 2023, que terá lugar na cidade de Balneário Camboriú, o presidente do Parlamento madeirense encontrou-se com a Cônsul-Geral Adjunta de Portugal no Rio de Janeiro, a Embaixadora Gabriela Soares de Albergaria, ocasião que serviu para trocar impressões sobre a necessidade de reforçar os laços institucionais entre o Brasil e Portugal, não só no âmbito cultural, mas também nos contextos económico e turístico.

"A nossa comunidade está integrada, mantem vivas as suas tradições e integram as casas portuguesas. O que é preciso é revitalizar essas relações, até porque há aqui um mar de oportunidades para ambos os países", vincou.

Redação

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar a Taça de Portugal?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas