MADEIRA Meteorologia

"Contenção de custos hoje não passa pelo despedimento"

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
23 Junho 2023
16:08

Prossegue esta tarde no Teatro Baltazar Dias o Fórum Económico Internacional, agora juntando um painel que aborda a competitividade da Madeira.

São oradores Paulo Macedo, presidente da comissão executiva da CGD, Miguel de Sousa, presidente da comissão executiva da Empresa de Cervejas da Madeira, Egídio Santos, antigo chefe do Estado Maior das Forças Armadas de Angola, Luís Rebelo de Sousa, da administração da AICEP Portugal, e Carlos Brito, em representação da UCCLA. Modera o debate Leonel Freitas.

Paulo Macedo expressou a necessidade de "integrar bem os imigrantes, à semelhança daquilo que aconteceu no passado, em que fomos nós a ir ajudar economias de outros países".

O ex-ministro da Saúde deteta que as necessidades de mão de obra em Portugal "hoje é qualificada e não qualificada". Registou com agrado que "os salários dos não qualificados subiu, ainda não é o ideal, mas já estar melhor".

Paulo Macedo, a determinada altura, reconheceu que "a banca fez muita asneira no passado, mas hoje em dia tem regulação muito mais apertada".

O orador constatou uma mudança de paradigma dos empresários, em que estando sempre presente "a contenção de fundos, mas hoje em dia isso não passa por dispensar pessoas, pelo contrário, e sim reorganizar a estrutura e rentabilizar melhor".

Paulo Macedo expressou ainda que a pandemia e a guerra na Europa veio expor que a maior parte dos países não tem qualquer domínio em termos da cadeia de abastecimento, denotando essa extrema dependência de outros países, uma realidade que vai "desde a mostarda aos carros".

No que toca a taxa de juros, acredita que irã acabar por se estabilizar, acreditando mesmo que em 2024 possa descer.

David Spranger

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas