MADEIRA Meteorologia

Cerimónia reduzida na bênção dos finalistas da UMa (com vídeo e fotos)

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
24 Julho 2021
15:22

Habitualmente realiza-se por altura de maio e é uma agitação pelas ruas do Funchal. Contudo, o quadro de incerteza face à evolução da pandemia obrigou a adiar aquele que é considerado o momento mais alto da vida académica para julho.

Não fossem as máscaras de proteção individual a tapar os rostos dos protagonistas da tarde e o dispositivo de segurança a coordenar as entrada na Sé, tudo seria ‘normal’ para os estudantes da Universidade da Madeira (UMa).

De salientar que todos os alunos foram submetidos à realização de um teste rápido de antigénio até 48 horas antes da cerimónia religiosa de forma a que, mediante resultado negativo, marcassem presença no evento que dita a despedida da UMa.

A esse propósito uma das estudantes, em passo apressado para chegar à Igreja, adiantou ao jornal estar "muito feliz", sentimento que acredita ser transversal a todos os seus colegas. Outros estudantes afirmaram estar "ansiosos", porém "realizados". "É uma emoção ter chegado ao fim deste percurso", dizia outro. Quanto à obrigatoriedade de realizar teste rápido, houve quem, no meio dos cerca de 300 finalistas, elevasse a voz para reiterar: "é o melhor chumbo".

Na rua, a aguardar o término da cerimónia, permanecem - com o devido distanciamento social - algumas famílias e amigos dos estudantes que, embora vestidos a rigor para as habituais fotos, não puderam entrar para poder assistir ao derradeiro instante. Houve, no entanto, quem preferisse dispersar e aguardar nos bares das redondezas. Certo é que todos lamentam não poder presenciar o momento, mas frisam "entender as razões".


Romina Barreto

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas