MADEIRA Meteorologia

Cerca de 800 casos de AVC registados por ano na Madeira

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
24 Outubro 2023
17:34

Em Portugal e na Região Autónoma da Madeira (RAM), as doenças cerebrovasculares estão entre as principais causas mortalidade e de incapacidade para a vida. Nestas, incluem-se os Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC).

A Organização Mundial de Saúde estima que uma em cada quatro pessoas poderá ter um AVC ao longo da sua vida. "Na Região, são entre 700 e 800 os casos de AVC diagnosticados a cada ano", refere a Hora da Saúde e Proteção Civil que aborda o Dia Mundial do Acidente Vascular Cerebral, que se assinala no próximo dia 29 de outubro.

"O AVC acontece quando há um bloqueio ou uma rutura dos vasos que levam o sangue ao cérebro, provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea. Pode ocorrer em menor intensidade, sem deixar sequelas ou de forma mais grave, podendo levar à morte ou à incapacidade. Contudo, o AVC pode ser prevenido através da adoção de hábitos de vida saudáveis e de um maior conhecimento dos fatores de risco. Todas estas práticas serão decisivas na recuperação", refere a nota da Direção Regional da Saúde.

Sobre medidas preventivas, a Direção Regional da Saúde salienta as seguintes recomendações:

- Mantenha uma alimentação equilibrada e variada, rica em frutas, vegetais e legumes com restrição do sal e das gorduras adicionadas;

- Deixe de fumar e evite os ambientes de fumadores;

- Mantenha uma atividade física regular;

- Controle o peso corporal e mantenha-o dentro dos valores saudáveis;

- Evite a ingestão de todo o tipo de bebidas alcoólicas;

- Vigie regularmente a sua pressão arterial. Mantenha um controlo efetivo da pressão arterial: a pressão sistólica (máxima) deve ser < 140 mm Hg e a pressão diastólica (mínima) < 90 mm Hg;

- Conheça os seus níveis do colesterol (gordura no sangue) e da glicemia (açúcar no sangue;

- Faça os exames de rotina e esteja atento aos sinais de alerta.

Além da prevenção, o conhecimento dos sinais de alerta do AVC poderá fazer toda a diferença no tratamento e redução do impacto do AVC.

Perante o aparecimento de qualquer um dos chamados "3Fs" - Fala difícil; Face com desvio; Força reduzida ou ausente num braço - é importante agir rapidamente. Nestas circunstâncias, ligue de imediato para o 112.

"Tempo é Cérebro", por isso, uma ação rápida pode fazer a diferença entre a recuperação e a incapacidade.

Redação

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas