MADEIRA Meteorologia

CDS defende melhores condições de trabalho para profissionais da autoridade pública

Data de publicação
02 Maio 2024
21:33

A candidatura do CDS-PP Madeira às Eleições Legislativas Regionais de 26 de maio reuniu, esta tarde, com a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia, no sentido de perceber quais as dificuldades dos agentes da PSP, bem como das forças de segurança em geral, na Região Autónoma da Madeira.

À margem da reunião estabelecida com esta Delegação Regional da ASPP, Luís Miguel Rosa, garantiu que o partido quer colaborar e arranjar soluções para que a segurança seja efetivamente uma realidade, pois “o que todos os madeirenses pretendem é viver a sua vida em segurança”, sublinhou o número 3 da candidatura do CDS-PP às eleições de 26 de maio.

Na ocasião, o candidato Luís Miguel Rosa afirmou que os números evidenciam uma subida da criminalidade na nossa Região, muito devido ao consumo de estupefacientes, com principal destaque para as substâncias psicoativas, que requerem uma especial atenção de todos os sectores da sociedade madeirense. No seu entender, cabe também aos decisores políticos ter a coragem de tomar medidas como criar uma comunidade terapêutica que possa juntar equipas multidisciplinares de forma a retirar as pessoas da rua, dando-lhes condições para recuperarem e dando-lhes tempo para que possam reabilitar-se para, posteriormente serem reintegradas na sociedade.

“Para que tudo isto seja possível, há que dotar as nossas forças de segurança, em particular a PSP, de meios para o efeito”, expressou o centrista. E acrescenta que “o CDS está empenhado para tornar estas medidas numa realidade”.

Nesta reunião, a principal preocupação transmitida foi a dificuldade de recrutamento.

“O facto de todas as forças de segurança não terem um tratamento igualitário, no que toca ao suplemento de missão e não só, também não torna esta profissão atrativa. É urgente dotar as forças de segurança de novas instalações. Melhorar as esquadras do Porto Santo, de Santa Cruz e Machico, e avançar com a esquadra da Ponta do Sol”, salientou.

Luís Miguel Rosa reiterou que o CDS está empenhado em tornar estas medidas numa realidade. “E está empenhado não só a fazer pressão aqui na Madeira, mas também a nível nacional, junto do governo da República, de forma a que as necessidades sentidas por estas forças policiais sejam atendidas.”

O candidato centrista concluiu afirmando que há, também, vontade do CDS em concretizar a revisão das carreiras especiais da administração pública, no âmbito da fiscalização e da segurança, para que possamos cumprir um desejo antigo destas autoridades.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas