MADEIRA Meteorologia

Caso Monte: Chefe de divisão de espaços verdes rejeita negligência

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
15 Junho 2023
12:48

Francisco Andrade, chefe de divisão de espaços verdes na altura da queda da árvore que matou 13 pessoas e feriu outras cinco dezenas, em 2017, no Monte, começou hoje a ser ouvido no tribunal do Funchal, tendo recusado qualquer negligência.

O julgamento foi retomado, esta manhã, pela primeira vez com a presença dos dois arguidos - Francisco Andrade e Idalina Perestrelo, na altura vice-presidente da Câmarado Funchal -, que tinham faltado à primeira sessão.
O chefe de divisão é o primeiro dos arguidos a ser ouvido pelo tribunal, tendo afirmado que não havia sinais evidentes de instabilidade da árvore. O engenheiro refutou ainda alguns pareceres técnicos.
Francisco Andrade acrescentou ainda que acredita que a tese mais provável é que o som e o fogo de artifício tenham contribuído para a queda do carvalho.

Marco Milho

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas