MADEIRA Meteorologia

“Assistentes operacionais precisam de salários dignos e não de cocktails grátis”, entende o JPP

Data de publicação
03 Maio 2024
12:33

O JPP desafiou, hoje, Miguel Albuquerque a assumir o compromisso de aumentar o vencimento dos assistentes operacionais do SESARAM, “num aumento real do seu ordenado e não no pagamento de suplementos que a qualquer momento poderão ser retirados”.

A este respeito, Élvio Sousa, líder do partido, refere que esta é uma reivindicação antiga dos profissionais, “que se sentem ainda mais injustiçados quando outros assistentes operacionais transitaram para ‘técnicos auxiliares de saúde’, com um ligeiro acréscimo do ordenado, enquanto eles se mantêm com um ordenado idêntico ao salário mínimo regional.

“Falamos de profissionais com vários anos de casa, muitos deles há mais de 20 anos, cujas funções têm sempre um risco associado, tal como se comprovou com o COVID, mas que continuam sem a devida valorização”, apontou.

“Destes assistentes operacionais incluem-se funcionários de limpeza, copa, lavandaria, motoristas e responsáveis pela manutenção de equipamentos fundamentais para o normal funcionamento do Hospital e Centros de Saúde, mas que continuam a receber o equivalente ao ordenado mínimo”, acrescentou.

Neste sentido, o candidato afirma que com a atual taxa de inflação e com o agravamento do custo de vida das famílias, o Governo Regional da Madeira “deveria estar mais preocupado em valorizar estes profissionais aumentando o seu ordenado, em vez de pagar ‘cocktails grátis’, num convívio puramente eleitoralista”.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas