MADEIRA Meteorologia

Nuno Batista vai criar um Congresso Anual do Turismo no Porto Santo

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
05 Setembro 2021
16:08

O candidato soial democrata à Câmara Municipal do Porto Santo deixou a promessa de criar um Congresso Anual do Turismo na ilha dourada.

"Para além das nossas reivindicações na área dos transportes, também assumimos hoje o compromisso de realizar, já a partir do próximo ano, um Congresso Anual do Turismo na nossa Ilha, de modo a que se debata, no Porto Santo e junto dos Porto-Santenses, os problemas que são do Porto Santo".

A frase é de Nuno Batista, candidato do PSD/CDS à Câmara Municipal, que a proferiu na sessão de encerramento do evento "A uma só voz pelo Turismo", promovido, pela candidatura Acredita Porto Santo, em parceria com o Gabinete de Estudos do PSD/M.

Um compromisso ao qual Nuno Batista acrescenta, ainda, enquanto pilares do seu projeto para os próximos quatro anos, nesta área, a criação de um Master Plan para o desenvolvimento Estratégico do Turismo do Porto Santo "que defina, claramente - e envolvendo os agentes turísticos do Porto Santo - qual é o rumo que este setor deve seguir, que aposta deve ser feita para o futuro e de que forma é que a oferta do destino deve crescer, de forma sustentada e, sempre, mantendo a qualidade e identidade", disse.

Nuno Batista que, também na ocasião, fez questão de sublinhar que, "mantendo a valorização do saber, da experiência e das pontes de entendimento que o turismo regional apresenta e facilita, é também importante e oportuno que o Porto Santo siga, também, o seu próprio caminho", assumindo os seus próprios eventos, as suas próprias ideias e campanhas, os seus próprios mercados. "Queremos trabalhar em rede e sempre em complemento, mas precisamos de reforçar a nossa identidade, que é muito própria e genuína, valorizando, muito mais, a opinião, o sentir e a visão dos Porto-Santenses neste caminho", disse.

Nesta cerimónia de encerramento, o Presidente do Gabinete de Estudos do PSD/M e deputado eleito pelo PSD/M à Assembleia da República, Paulo Neves, fez questão de lamentar a postura inaceitável da TAP para com o Porto Santo, aludindo ao facto da companhia não garantir voos para aquela ilha no Inverno, "uma batalha que considera ainda não estar perdida" e que será "uma das primeiras questões a levar ao parlamento nacional, assim que o mesmo inicie funções". É preciso notar, vincou, "que este é um assunto prioritário para o Porto Santo, para o PSD/M e, também, como se viu neste evento, para o PSD nacional".

Paulo Neves que, já ontem, no decorrer do evento "A uma voz pelo Turismo", tinha feito questão de lamentar as injustiças recorrentes desta companhia para com os Porto-Santenses. "A TAP, enquanto companhia pública que é, não se pode lembrar do Porto Santo e dos Porto-Santenses apenas para pagar impostos", disse, deixando claro que a companhia já teve uma postura vergonhosa quando se recusou a promover operações charters para o Porto Santo ou mesmo quando aposta milhões de euros em campanhas promocionais de Marrocos e é incapaz de fazê-lo dentro do próprio país, para já nem falar das comunidades portuguesas que continua a ignorar nas suas necessidades.

"A organização, o debate e os compromissos que foram assumidos no decorrer deste evento deixam evidente o trabalho e a capacidade desta equipa", vincou, por fim, acrescentando "ser uma grande perda para o Porto Santo não escolher uma equipa com esta força e vontade para trabalhar em nome de todos os Porto-Santenses e de um futuro que exige esta competência, frontalidade e visão".

O Presidente do Grupo Parlamentar do PSD Nacional, Adão Silva, fez questão de vincar, nesta sessão, a "importância de os cidadãos serem respeitados, por igual, independentemente das regiões ou localidades em que vivem dentro do nosso País", uma luta que fez e que continua a fazer todo o sentido, em particular no caso de uma Ilha como o Porto Santo.

"Ouvimos, ao longo destes dois dias, várias opiniões e assumimos compromissos que vão no sentido de reforçar esta luta e acredito que esta candidatura, liderada por Nuno Batista, tem precisamente a grande qualidade de não querer deixar ninguém para trás", disse, na ocasião, o Líder Parlamentar, valorizando esta postura, mostrando a sua solidariedade e partilhando das várias posições assumidas tanto por Nuno Batista quanto pelo deputado Paulo Neves, neste encerramento.

"É muito fácil exprimirmos valores, o que é difícil é passarmos das palavras aos atos e as prioridades que foram, neste evento, reforçadas, são prioridades do PSD e esperamos que também venham a ser prioridades nacionais", rematou.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar a Taça de Portugal?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas