MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

Médico-Dentista

23/04/2023 05:50

O meu último motivo de orgulho era o Cristiano Ronaldo. Não me interpretem mal. Eu não quero confusões. Mas parece que até ele já está com comichão nos… Ou melhor, com urticária nas partes baixas. Atiro a toalha ao chão. Cansei. E, assim como assim, isto ainda deve valer um bom dinheiro. Sempre são 92 090 km2 com vista mar a sul e oeste. E a exposição solar? Do melhor. Ok, ok. Eu sei que tem governantes que não prestam, reconheço. Mas uma vez que fomos nós a escolhê-los, concedemos um desconto (IVA zero?) e depois, quem comprar, faz com eles o que quiser. Elege-os novamente. Extradita-os. Prende-os… O bom é que já não será problema nosso.

Não me levem a mal. Mas é que perdi mesmo a esperança. Dizia-se, em tempos, que este país não era para velhos. Mentiram-nos! É pois. Não é, é para velhos portugueses. Mas lá para velhos estrangeiros, é um paraíso. Hoje em dia é vê-los por aí todos contentes. Satisfeitos com o clima. Encantados com a paisagem. Maravilhados com a gastronomia. Radiantes com o preço das casas. A marimbar-se para a carga fiscal. Pouco preocupados com o valor da reforma. E, de facto, para eles está óptimo. Vêm de um qualquer país com poucas ou nenhumas falências na banca e cujos buracos foram tapados com a ajuda dos contribuintes. Com casos pontuais de governantes corruptos. Sem uma transportadora aérea que aspira dinheiro público a uma velocidade maior que a de cruzeiro. Etc etc etc…

E a Madeira, como melhor parte do país (modéstia à parte), não foge à regra! Antes pelo contrário. Posiciona-se na moda e aqui vai disto. São eventos de marcas de carros de luxo. Passeios de 4 ou 5 dias de bólides "importados" para o efeito. Uma volta à ilha com tudo aquilo a que têm direito. Até a estacionamento em plena Praça do Município sem serem multados. Pela minha saúde. Podem acreditar. Fui lá ver com os meus próprios olhos. Parece que as coimas para quem ia à missa no domingo e usava o mesmo "parque" são coisas do passado. Só ficou a faltar fecharem as estradas para os senhores poderem passear sem serem incomodados por "charutos".

Inicialmente eu até pensei que viessem só abastecer. Encher o depósito e seguir no mesmo contentor. Nada de mal. Os combustíveis no continente estão pela hora da morte. É um facto. Ao menos aqui apregoam que é o sítio do país onde o gasóleo é mais barato. Ups. Esqueçam. É que estas máquinas não se alimentam com qualquer coisa. Só de gasolina de 1800 octanas para cima. Ou mais, sei lá. Ah, e já agora, não fiquem com a ideia de que sou contra estas iniciativas. Nada disso. Antes pelo contrário. Garanto que se fizerem um passeio de fiats 500, eu inscrevo-me. Ou melhor, à minha mulher.

Mas se de carros percebo pouco, já de gastronomia dou uns toques! Na sequência desta cagança toda de novos ricos da Singapura do Atlântico, tivemos direito a novo festim. Juro. Qual Festival do Tremoço, qual quê? Até 1 de maio, quem quiser pôr à boca certos tipos de crustáceos e moluscos comestíveis, é acorrer aos jardins do lido. Estará lá o Festival do Marisco. A sério que podem ir. Dizem que são "mariscos do melhor e para várias 'carteiras'". Não duvido. Pelo sim, pelo não, levem uma Louis Vuitton. Deve dar para a despesa. Caso contrário deixam então mais do que uma e fica resolvido. Também uma vez não são vezes. Deixem-se de ser forretas. Abram os cordões à bolsa. Mimem-se. Está bem que empatar dinheiro num Ferrari pode ser demais, mas se vocês não merecem um ceviche de camarão, uma lagosta ou meia dúzia de mexilhões, quem é que vai merecer? Vá. Aviem-se. Depressa. Vamos. É que o certame é só até às 22h. 22:30 no máximo. Segundo a organização, a intenção é não incomodar os hóspedes dos hotéis das redondezas… Bravo! Só por isso já podem vir mais vezes.

É que, de repente, eu acho que, à semelhança do país, a Madeira começa também a não ser para os que cá trabalham. Ainda esta quinta feira ouvia música aos berros até à 1h da manhã (altura em que fui colocar um comprimido debaixo da língua), vinda de um espaço público. E eu pensava para mim, já meio atordoado da pastilha, "quem será o vadio que autoriza e promove este tipo de eventos a esta hora, na véspera de um dia de semana?". Não sei. Mas suspeito de alguns.

Por falar nisso, Miguel Albuquerque esta semana foi visitar uma sala do futuro de uma escola. A ideia do Presidente é facultar Inteligência Artificial a todos os alunos da Região. Hummm. Cheira-me a presente envenenado. Para os meus, dispenso. É que a Natural sempre é mais difícil de manipular. Gostava mesmo muito que continuassem a pensar pela cabeça deles e não por softwares, robôs e afins. Mas isso sou eu. Chamem-me retrógrado, se quiserem.

Ps, li que o navio espião russo está de volta aos "nossos" mares. Nada de alarme. Mantenham a calma. A jovem, que andou 20h em alto mar em cima de uma prancha de paddle do Lidl, já arrancou do Algarve. E mais 3 ou 4 dias zarpa também o NRP Mondego! Está tudo controlado.

Ps Ps, parabéns ao Lambert Santelli. Venceu a prova dos 115km do MIUT. O prémio agora é uma viagem... A Fátima e a pé. Siga.

Pedro Nunes escreve ao domingo, todas as semanas

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas