MADEIRA Meteorologia

Papa Francisco deixa hospital nove dias depois de cirurgia abdominal

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
16 Junho 2023
9:19

O papa Francisco, hospitalizado em Roma desde dia 07 deste mês, devido a uma cirurgia abdominal, recebeu alta e deixou hoje o hospital, anunciou o Vaticano.

"Ainda estou vivo", disse o Papa aos jornalistas, ao sair do hospital, expressando também "muita dor" pelos migrantes que morreram no naufrágio ao largo da costa da Grécia.

"A dor é muito grande, muito grande", referindo-se ao naufrágio do barco que transportava mais de 750 pessoas. As autoridades gregas estimam que poderão ter morrido mais de 600 migrantes.

Jorge Bergoglio, de 86 anos, saiu da Policlínica Gemelli numa cadeira de rodas às 08:45 (07:45 em Lisboa), sorriu, acenou, agradeceu a uma multidão de fiéis, e levantou-se para entrar na viatura do Vaticano que o esperava.

A 07 de junho, o papa fez uma cirurgia abdominal de três horas com anestesia geral, para reparar uma hérnia e remover cicatrizes dolorosas, que decorreu sem complicações.

"O papa está bem. Está melhor do que antes", disse Sergio Alfieri, o cirurgião que fez a operação de três horas, aos jornalistas depois de acompanhar Francisco até ao automóvel.

O Vaticano tinha cancelado todas as audiências do argentino até domingo, mas os Presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e de Cuba, Miguel Díaz-Canel, já anunciaram viagens a Roma para se encontrarem com o papa na próxima semana.

Em março, Francisco esteve internado durante alguns dias no Hospital Gemelli com uma bronquite.

A saúde do papa tem sido alvo de debate desde que este deixou claro que estaria disposto a resignar se uma doença o impedisse de trabalhar, tal como aconteceu com o antecessor, Bento XVI, em 2013.

O papa tem padecido de cataratas, dor ciática e a uma artrose no joelho direito que o obrigou a usar uma cadeira de rodas em muitas ocasiões.

Depois de a operação ao cólon a 04 de julho de 2021, reagiu às especulações: "Ainda estou vivo, alguns prelados queriam que eu morresse, já estavam a preparar o conclave [para eleger um sucessor]".

Francisco foi operado aos pulmões aos 21 anos e tem sofrido de problemas nas ancas e nos joelhos, sendo regularmente obrigado a reduzir a agenda devido a problemas de saúde.

O papa é esperado em Lisboa, para a Jornada Mundial da Juventude, considerado o maior acontecimento da Igreja Católica, entre 01 e 06 de agosto, em Lisboa, prevendo-se que cheguem à cidade cerca de 1,5 milhões de pessoas, quase três vezes a população local.

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar a Taça de Portugal?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas