MADEIRA Meteorologia

África do Sul gasta 57,1 ME em segurança após violência por detenção de ex-PR Zuma

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
28 Julho 2021
15:48

A África do Sul gastará mais 57,1 milhões de euros em segurança após a agitação que atingiu o país nas últimas semanas provocada pela prisão do ex-presidente Jacob Zuma, anunciou hoje o governo.

O Tesouro "afetará fundos adicionais" de R250 milhões (14,3 milhões de euros) à polícia e R750 milhões (42,9 milhões de euros) ao exército, disse o ministro das Finanças, Tito Mboweni, numa conferência de imprensa.

Os fundos "destinam-se a permitir-lhes implementar e executar a tarefa que lhes foi atribuída pelo Presidente da República", acrescentou o ministro.

O Presidente Cyril Ramaphosa destacou 25.000 soldados para reforçar a polícia, face às pilhagens e violência generalizadas.

A agitação seguiu-se a protestos que irromperam depois de Zuma ter sido condenado a 15 meses de prisão, a 08 de julho, por ignorar citações judiciais relacionadas com corrupção, durante o seu tempo no poder.

A violência deixou pelo menos 330 pessoas mortas e causou danos e pilhagens que custarão à economia 50 mil milhões de rands (cerca de 2,8 mil milhões de euros).

O governo, que denunciou a violência como orquestrada, já prendeu vários instigadores suspeitos, que foram levados a tribunal na semana passada.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas