MADEIRA Meteorologia

Alojamento local na Região com crescimento de 23,5% em março

Data de publicação
14 Maio 2024
12:17

Na Região Autónoma da Madeira (RAM), o alojamento turístico registou a entrada de 181,9 mil hóspedes, no mês de março de 2024, com as dormidas a ultrapassarem as 924,8 mil, correspondendo a variações positivas de 6,1% e 7,6%, respetivamente.

De acordo com os dados divulgados hoje pela Direção Regional de Estatística da Madeira, o segmento da hotelaria concentrou 71,2% das dormidas de março de 2024 (658,4 mil), crescendo 2,8% em termos homólogos, enquanto o alojamento local (26,3% do total) e o turismo no espaço rural (2,5% do total) subiram 23,5% e 5,8%, pela mesma ordem.

“Para efeitos de comparabilidade com os dados divulgados pelo INE, é necessário excluir o alojamento local com menos de 10 camas, sendo que, segundo esta lógica de apuramento de resultados, as dormidas do alojamento turístico registaram um crescimento de 4,1% relativamente a março de 2023, tendência idêntica à observada a nível nacional, embora de forma menos expressiva (+12,8%)”, informou a DREM.

Segundo a mesma fonte, a taxa líquida de ocupação-cama do alojamento turístico, no mês em referência, foi de 65,1%, 2,0 pontos percentuais (p.p.) acima do observado no mês homólogo. Por sua vez, a taxa de ocupação-quarto atingiu os 74,1% (74,5% em março de 2023). A DREM salienta que “os resultados podem ter sido ligeiramente influenciados pelo efeito do calendário do ano de 2024, pois, enquanto a Páscoa, em 2023, ocorreu em abril, em 2024, foi celebrada em março.”

No mês de março de 2024, o valor da estada média no conjunto do alojamento turístico observou um ligeiro aumento relativamente ao mesmo mês do ano anterior (4,51 noites), fixando-se nas 4,58 noites. Os valores mais altos continuam a registar-se na hotelaria, com 4,65 noites, seguido do alojamento local (4,54 noites) e do turismo no espaço local (3,32 noites).

“Nos três primeiros meses de 2024, as dormidas no total do alojamento turístico da Região observaram um acréscimo de 5,6% face ao período homólogo, ultrapassando os 2,4 milhões, enquanto os hóspedes entrados aumentaram 3,6%”, prossegue a DREM.

Considerando as dormidas, os 10 principais mercados emissores representaram 80,9% do total, no mês de março de 2024. Neste conjunto de países, sobressaem, com um peso superior e uma variação positiva, a Alemanha (23,5% do total; +3,8% que em março de 2023) e o Reino Unido (19,2% do total; +7,3%). O mercado nacional, que concentrou 14,4% do total de dormidas, registou uma quebra de 5,3% face a março de 2023. Na quarta posição, tendo em conta o peso no total de dormidas, encontra-se o mercado francês (5,7% do total; +6,8%), seguido da Polónia (5,6% do total; +18,6%).

Em termos acumulados (janeiro a março de 2024), os dois principais mercados emissores apresentaram igualmente crescimentos homólogos nas dormidas, sendo o mercado britânico aquele que revelou o aumento mais expressivo, de +7,2%, enquanto o mercado alemão cresceu 2,1%. Já o mercado de residentes em Portugal apresentou uma variação negativa de 7,1% para o referido período.

Os proveitos totais e os de aposento, em março de 2024, apresentaram crescimentos homólogos de 13,2% e de 12,5%, respetivamente, fixando-se, pela mesma ordem, nos 54,5 e nos 38,6 milhões de euros. No País, no mês em referência, as variações homólogas foram igualmente positivas, tanto nos proveitos totais (+20,1%), como nos de aposento (+21,1%). Em termos acumulados, as variações, na Região, foram de 11,0% e 10,1%, respetivamente.

No mês de março de 2024, o rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) rondou os 71,91 euros no conjunto do alojamento turístico (excluindo o alojamento local abaixo das 10 camas), +10,5% que no mesmo mês do ano precedente. Por sua vez, o rendimento médio por quarto utilizado (ADR) no alojamento turístico passou de 87,34€, em março de 2023, para 97,06€, em março de 2024 (+11,1% de variação homóloga).

De janeiro a março de 2024, verificou-se um RevPAR de 60,37 euros no conjunto do alojamento turístico (excluindo o alojamento local abaixo das 10 camas), +6,8% em relação ao período homólogo e de 64,73 euros no sector da hotelaria (+7,4%). No ADR, os valores são mais elevados, totalizando os 89,76 euros no conjunto do alojamento turístico (+8,5% que no período homólogo) e os 92,51 euros na hotelaria (+8,9%).

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora regional do Bloco de Esquerda
19/06/2024 08:00

O PSD-M anda a convocar as forças terrenas e celestes - aparentemente, neste jardim plantado no Atlântico, até Deus está cansado da democracia (só pode...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas