MADEIRA Meteorologia

Voto em mobilidade bem aceite e sem grandes dificuldades

Paulo Graça

Jornalista

Data de publicação
09 Junho 2024
15:31

Até ao momento, todos os eleitores têm recebido como muito bom a modalidade de voto em mobilidade. Tirando a parte relativa aos programas informáticos, que atrasaram ou tiveram de ser reiniciados, o leitor demora entre 30 a 49 segundos a votar.

A reportagem do JM esteve em São Gonçalo e tirou essa conclusão. Ainda em São Gonçalo, onde votou a candidata Rubina Leal, não existiram condicionalismos, apenas uma ou outra paragem devido ao sistema informático. Contudo, nenhuma situação obrigou a atrasos.

No Caniço, logo pela manhã, o sistema informativo falhou e obrigou a alguns eleitores a aguardar algum tempo, mas sem grandes demoras. Em Câmara de Lobos, pouco antes daas 12 horas, existia uma mesa já com mais de 500 votos dos eleitores.

Em São Vicente, na principal mesa situada na sede da autarquia local, a afluência era quase igual às eleições anteriores. Aqui, até às 14 horas, existiam já votos de eleitores de outra parte de Portugal, com alguns eleitores continentais a votarem.

Grande parte dos eleitores usaram o voto em mobilidade em Santa Cruz, onde existem 43 mesas de voto, aproveitando os passeios pelo concelho para votar, embora sejam de outros concelhos.

Na Ponta de Sol, onde existem 11 mesas, o voto tem sido mais do concelho, com alguns votos em mobilidade do Funchal e Santa Cruz.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vence o Campeonato Europeu de Futebol?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas