MADEIRA Meteorologia

Sara Madruga da Costa acusa António Costa de fugir das questões da Madeira como o diabo foge da cruz

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
21 Julho 2021
21:20

No debate do Estado da Nação, a deputada madeirense confrontou António Costa com a permanente fuga às questões da Madeira "como o diabo foge da cruz"

Sara Madruga da Costa lembrou que na última visita oficial à Região o Primeiro - Ministro nada disse sobre os vários dossiers pendentes "chegou à Madeira mudo e saiu calado" ironizou a social-democrata.
A deputada madeirense disse ainda ao Primeiro-Ministro que este tinha o dever de saber "que os madeirenses não são pessoas de desistir e que os deputados que os representam também não, portanto, se pensa que nos vence pelo cansaço está muito enganado".
"O Primeiro-Ministro pode continuar a fugir às questões, nós não vamos desistir e vamos continuar a insistir até que as mesmas sejam respondidas e os dossiers sejam resolvidos", disse.
Referindo-se ao exemplo do novo Hospital da Madeira, Sara Madruga da Costa referiu que "graças à Madeira a obra já avançou no terreno", no entanto, prossegue, "o Primeiro-Ministro continua a fugir às suas responsabilidades, continua sem dizer quando vai cumprir com as suas promessas, continua sem colocar, preto no branco, que o financiamento é de cinquenta por cento e nunca abaixo disso e muito menos significa descontar o custo de infraestruturas alheias", referiu.
Sara Madruga da Costa terminou a sua intervenção questionando "até quando serão os madeirenses vítimas do comportamento omissivo e vergonhoso do Governo da República".
A deputada social-democrata lamentou ainda que tenha "passado mais uma sessão legislativa e que a falta de palavra de António Costa para com a Madeira continue igual".
"O Primeiro-Ministro perdeu mais uma oportunidade de corrigir a trajetória do seu relacionamento com a Região", sentenciou.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas