MADEIRA Meteorologia

Ponto de Consulta de Normas Europeias disponível no Centro de Formalidades das Empresas do Funchal

Data de publicação
20 Maio 2024
11:18

Abriu esta segunda-feira, no Centro de Formalidades das Empresas do Funchal (CFE), o Ponto de Consulta de Normas Europeias, criado no âmbito Rede Descentralizada de Consulta de Normas.

Este novo serviço, gratuito e digital, visa facilitar o acesso dos empresários madeirenses e porto-santenses às normas portuguesas e europeias, promovendo a competitividade e inovação do tecido empresarial da Região.

A criação deste ponto de consulta, resulta de um protocolo assinado entre o Instituto de Desenvolvimento Empresarial (IDE) e o Instituto Português da Qualidade (IPQ), no passado dia 17 de abril, durante a visita do presidente do IPQ à Região. A parceria tem como objetivo promover a adoção e a utilização das normas europeias pelos agentes económicos locais, particularmente pelas PME.

Conforme explica Duarte Freitas, presidente do IDE, “com a abertura deste ponto de consulta, e com a disponibilização de um acervo normativo eletrónico nacional, pretendemos aproximar os empresários das melhores práticas e padrões internacionais”.

O presidente do IDE realça o compromisso do Instituto com o tecido empresarial da Região “ao fornecer as ferramentas necessárias para que as empresas possam competir eficazmente nos mercados globais e continuar a inovar”, acrescentando ainda que “esta parceria com o IPQ “é um testemunho do compromisso contínuo do nosso Instituto com o desenvolvimento económico e a excelência das empresas.”

Os Pontos de Consulta de Normas oferecem um serviço gratuito de consulta de normas portuguesas (NP), normas europeias (EN) e normas ISO, em versão portuguesa. Esta rede, considerada estratégica pelo IPQ, é essencial para as empresas que desejam posicionar-se de forma mais competitiva nos mercados externos.

Segundo o Comité Europeu de Normalização (CEN), as normas, descritas como uma linguagem comum global, fornecem uma base para a compreensão mútua entre indivíduos, empresas, autoridades públicas e outras organizações. O reconhecimento das normas é um referencial de qualidade para as empresas, especialmente para as PME, facilitando o acesso a mercados externos cada vez mais exigentes.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas