MADEIRA Meteorologia

Ponta do sol entrega gratuitamente 50 compostores

Data de publicação
21 Maio 2024
12:21

A Câmara Municipal da Ponta do Sol encontra-se a promover a distribuição gratuita de compostores domésticos, destinados, nesta fase, exclusivamente, a residentes que disponham de espaço exterior na sua habitação e que pretendam tratar os seus resíduos orgânicos de uma forma mais sustentável. Nesta primeira fase do projeto foram entregues 50 compostores.

Os bio-resíduos representam cerca de 40% dos resíduos indiferenciados, que são por norma encaminhados para incineração. Consciente da necessidade de promover o seu correto tratamento, o Município da Ponta do Sol aposta neste projecto piloto de compostagem doméstica, que compreende a distribuição de equipamentos adequados aos munícipes que disponham de condições físicas para a prática da compostagem.

A fase inicial do projeto começou com a apresentação do projeto e o agendamento da distribuição de compostores aos residentes locais. Com esta distribuição, os moradores no concelho de Ponta do Sol terão agora a oportunidade de transformar os seus resíduos orgânicos, como restos de alimentos e resíduos verdes, em adubo rico em nutrientes.

O Projeto de Compostagem Doméstica, que conta com o apoio da Comunidade Europeia através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recurso (POSEUR), insere-se numa estratégia da Câmara Municipal de dar maior ênfase à resolução de problemas ambientais do Município, com base numa estratégia económica e ambientalmente sustentável.

A presidente Célia Pessegueiro, durante a sessão de apresentação do projeto, referiu: “é de sublinhar que os munícipes que aderirem ao projeto conseguirão não só reduzir os resíduos colocados no contentor dos resíduos indiferenciados e consequentemente reduzir a quantidade de resíduos encaminhada para incineração, como produzir um composto de excelente qualidade para as suas hortas e/ou jardim”.

A Câmara Municipal da Ponta do Sol, no âmbito da sua política ambiental, tem vindo a desenvolver diversos projetos que visam contribuir para a valorização do ambiente e para a promoção da sustentabilidade. É desígnio deste executivo camarário liderado por Célia Pessegueiro promover medidas que vão ao encontro dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável 2030 e designadamente da política do Ambiente, através da aposta na educação para o desenvolvimento sustentável, dotando os cidadãos de competências ambientais num processo contínuo que promove a cidadania participativa e apela à responsabilização de todos, tendo em vista a proteção e a melhoria do Ambiente em toda a sua dimensão humana.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas