MADEIRA Meteorologia

Pedro Calado aponta habitação social como prioridade para Santo António

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
31 Julho 2021
15:57

O cabeça-de-lista da candidatura da coligação PSD/CDS à Câmara Municipal do Funchal considerou, hoje, que a habitação social, em Santo António, é uma questão prioritária.

Pedro Calado falava na apresentação, ao início da tarde, da equi+a 'Funchal Sempre à Frente' à Junta de Freguesia de Santo António.

O candidato à presidência da Autarquia funchalense lembrou que foi o PSD que tirou as pessoas de furnas e de barracas, deu novas habitações e qualidade de vida. Um trabalho que vai continuar nesta freguesia, a segunda maior do concelho do Funchal.

Pedro Calado disse ainda que a Madeira vai receber do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) 136 milhões de euros e assumiu o compromisso de aplicar grande parte dessas verbas para habitação social num trabalho conjunto entre as autarquias e o Governo Regional.

"A habitação social é uma dos problemas graves da nossa cidade e podem contar connosco para resolver as situações mais graves, dar mais qualidade de vida aos jovens e aos idosos", garantiu Pedro Calado, sublinhando que o trabalho social que quer fazer é para todos os bairros sociais, sem que as pessoas sejam discriminadas".

Pedro Calado destacou ainda os grandes investimentos realizados pelo Governo Regional nos últimos anos em Santo António sem que a Câmara metesse um cêntimo que fosse. "Dá-me vergonha ver uma Câmara com um orçamento superior a 100 milhões de euros e que pouco faz pelo social.Temos aqui o exemplo do conjunto habitacional da Ribeira Grande, em que o actual executivo prometeu recuperar há oito anos e nada foi feito. Temos outro exemplo da ASA-Associação de Desenvolvimento que sempre desenvolveu um trabalho meritório na ajuda social às famílias carenciadas e nos últimos anos esta Associação esteve à beira de fechar as portas por falta de apoio da CMF e depois há uns iluminados que vêm dizer que estão preocupados com o apoio social. Quem trabalha nesta Associação, quem é ajudado por esta Associação não mereciam este tratamento discriminatório da autarquia", criticou.

Pedro Calado referiu ainda que mais do que olhar pelo trabalho feito em infra-estruturas, importa realçar "o trabalho social que foi desenvolvido anos e anos a favor do povo, quer nas actividades sociais, culturais, recreativas e desportivas".

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas