MADEIRA Meteorologia

Desemprego na Madeira desceu 24,3% em termos homólogos

Data de publicação
20 Fevereiro 2024
14:32

É me queda que continua o número de inscritos no Instituto de Emprego da Madeira, o qual contabilizou, no final de janeiro de 2024, um total de 7.593 desempregados, o que perfaz um decréscimo de 0,1% face ao mês anterior.

Tal descida é argumento suficiente para a Secretaria Regional de Inclusão e Juventude destacar, em nota enviada à redação, a tendência contrária seguida pelo arquipélago madeirense face ao país, que registou um aumento de 5,5% neste indicador.

E mais: feitas as contas, a Madeira foi a única região a registar um decréscimo face a dezembro de 2023, alertou ainda a tutela.

De assinalar que, em termos homólogos, a Madeira voltou a afirmar-se como a região com a maior redução (-24,3%) do desemprego registado, seguida dos Açores (-12,9%).

“Contrariamente, todas as outras regiões registam aumentos homólogos, resultando num crescimento do desemprego de 4,0% para a média nacional”, realçou a secretaria liderada por Ana Sousa, que mais se congratulou com as colocações conquistadas.

Isto porque, no mês de janeiro, comparativamente ao mesmo mês de 2023, o número de colocações na RAM aumentou 17,5%, sendo também “o melhor registo entre todas as regiões”. Segue-se a região do Algarve, com o segundo melhor registo (+14,3%), ao passo que, em sentido contrário, está a região dos Açores, com um forte decréscimo no número de colocações (-40,1%).

A tutela mais informa que “o número de ofertas recebidas ao longo do mês foi muito superior ao mês de dezembro de 2023 (+80,8%), sendo o resultado da RAM o segundo melhor de entre todas as regiões, muito superior à média nacional (25,1%), apenas atrás do Algarve (+190,1%)”.

Taxa de desemprego na Madeira fixou-se nos 5,9% em 2023

Recorde-se que, segundo as estimativas do Instituto Nacional de Estatística (INE) publicadas no dia 7 de fevereiro, desde 2011 que a Região não fechava o ano com a média anual da taxa de desemprego tão baixa, situando-se nos 5,9%. Menos 0,6 pontos percentuais que a média registada no todo nacional (6,5%).

“Um novo registo histórico para a Madeira no que toca à média anual da taxa de desemprego e que revelam a trajetória ascendente no que concerne aos dados sobre emprego. Feitas as contas, a região contabiliza 129,4 mil pessoas empregadas o que revela um aumento de 4,5 mil pessoas empregadas face ao ano de 2022”, enalteceu a Secretaria Regional de Inclusão e Juventude.

Mais destaca que, quer na taxa de desemprego, relativa aos trimestres e apurada pelo INE, quer no desemprego registado, calculado mensalmente pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), a Madeira “uma trajetória positiva e de crescimento contínuo, indicativos da recuperação da economia regional e do dinamismo no mercado de trabalho”.

“Temos a economia a funcionar em pleno, em grande medida, pela resposta coletiva de manutenção e criação de novo emprego. Simultaneamente, iremos continuar a dar prioridade à concretização de medidas de apoio ao emprego e às empresas”, atestou a secretária regional.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Qual o seu grau de satisfação com a liberdade que o 25 de Abril trouxe para os madeirenses?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas