MADEIRA Meteorologia

45% de mulheres num universo de 162 pessoas na lista de Pedro Coelho

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
27 Julho 2021
11:11

O PSD iniciou hoje o processo de apresentação ao Tribunal, para o respetivo visto, da sua lista de candidatos aos órgãos autárquicos de Câmara de Lobos, tendo em vista as eleições do próximo dia 26 de setembro.

Pedro Coelho encabeça lista à autarquia e Manuel Pedro à Assembleia Municipal, mas apesar desta continuidade, no topo da lista, Pedro Coelho releva que "há muitas caras novas e muita juventude" na sua lista. Relevou que "entre os 162 nomes", aos mais diversos órgãos, incluindo as cinco Assembleia de Freguesia, "a média de idade é que 38 anos".

O recandidato à liderança da autarquia local relva ainda que "45% da lista são pessoas do sexo feminino" e que "45 pessoas", nesse universo de 162, "não têm qualquer filiação partidária", um facto que ilustra que "estamos abertos à sociedade civil, as pessoas identificam-se com o nosso projeto, e querem participar".

No essencial, Pedro Coelho diz que "queremos continuar o trabalho iniciado em 2013, há muita coisa ainda para fazer", relevando que "somos a Câmara da Madeira que mais recorre a fundos comunitário", perspetivando que assim possa continuar a ser, "naturalmente com a ajuda do Governo Regional", destacando, ainda, que "66% do nosso investimento, das nossas despesas de capital, são financiadas através de fundos comunitários recurso a fundos".

"É uma candidatura que quer mais para Câmara de Lobos, quer continuar um projeto de desenvolvimento, com mais investimento privado, mais investimento nas pessoas - o melhor que Câmara de Lobos tem é o seu capital humano -, sabemos também que há zonas do nosso concelho que não estão devidamente servidas com redes de saneamento básico, sobretudo na freguesia do Jardim da Serra", complementou.

"Vamos, com a humildade de sempre, demonstrar aos câmara-lobenses que efetivamente temos o melhor projeto", releva Pedro Coelho, aludindo a "uma governação para todos e com todos" e prometendo "uma campanha séria, com realismo e, sobretudo, com projeto para melhora a qualidade de vida dos câmara-lobenses".

Quanto ao objetivo, disse, tão somente que "é o de sempre, é trabalhar para ter o melhor resultado", mostrando-se confiante na reeleição, porque "sabemos o trabalho feito, as pessoas já nos conhecem… mas, como é óbvio, vamos respeitar a sua vontade".

Nesta altura, aproveitou para fazer "um apelo a que as pessoas participem, sabemos que as taxas de abstenção em Portugal são elevadas e que eleições autárquicas mais do que partidos são pessoas e é importante que as pessoas participem e digam o que querem para o seu concelho".

De acordo com a lei, as listas de candidatos são apresentadas perante o juiz do juízo de competência genérica com jurisdição no respetivo município, salvo quando o mesmo esteja abrangido por juízo local cível, caso em que as listas são apresentadas perante o respetivo juiz, até ao 55.º dia anterior à data do ato eleitoral.

Ou seja, até dia 2 de agosto todas as listas concorrentes, em todos os concelhos, terão que ser apresentadas ao juiz, tal e qual o PSD fez esta manhã no Tribunal do Funchal, relativamente a Câmara de Lobos, naquela que é a primeira lista ‘laranja’ a ser ‘presente ao juiz’.

Por David Spranger

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas