MADEIRA Meteorologia

Submarino usado para ver destroços do Titanic desaparece com 5 pessoas a bordo

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
19 Junho 2023
17:48

Um submarino com cinco pessoas a bordo usado para observar os destroços do "Titanic" desapareceu nas águas do Atlântico, disse hoje um porta-voz da guarda costeira dos Estados Unidos ao jornal britânico The Guardian.

Segundo a fonte, "um pequeno submarino com cinco pessoas a bordo desapareceu nas proximidades dos destroços do ‘Titanic’".

As televisões britânica BBC e norte-americana CBS foram as primeiras a noticiar o desaparecimento do submarino, mas ainda sem qualquer informação sobre o número de pessoas desaparecidas.

Várias empresas estão a organizar viagens de vários dias para ver os destroços do "Titanic", que se encontram a 3.800 metros de profundidade e a uma distância de cerca de 640 quilómetros da ilha canadiana da Terra Nova.

A OceanGate Expeditions, uma empresa que organiza este tipo de expedições, confirmou em comunicado ser proprietária do submarino e disse que estava a fazer todos os possíveis para trazer a tripulação de volta.

"A nossa atenção está voltada para os membros da tripulação do submarino e para as suas famílias", afirmou a OceanGate Expeditions no comunicado, segundo a agência espanhola EFE.

A empresa disse que tem tido "assistência extensiva" de várias agências governamentais e outras empresas na tentativa de restabelecer o contacto com o submarino.

A OceanGate Expeditions é a única empresa que possui um submarino, chamado "Titan", capaz de chegar ao fundo do oceano para ver de perto os destroços do "Titanic".

O submarino utilizado pela empresa tem normalmente uma tripulação de cinco pessoas.

A empresa tinha anunciado recentemente na respetiva página na Internet e nas redes sociais que estava em curso uma expedição para ver os destroços do "Titanic".

Em 14 de junho, a empresa afirmou no Twitter que estava a utilizar a empresa de comunicações Starlink para manter a linha de comunicação aberta com a expedição que se dirigia ao "Titanic".

O ‘site’ da empresa anuncia viagens de sete dias para ver os destroços do "Titanic" e especifica que o preço é de cerca de 250 mil dólares (cerca de 229 mil euros, ao câmbio atual).

O navio de passageiros "Titanic" afundou-se na viagem inaugural entre o Reino Unido e os Estados Unidos em abril de 1912, depois de ter colidido com um icebergue.

O desastre custou a vida a 1.514 dos 2.224 passageiros e tripulantes.

Os destroços do luxuoso transatlântico só foram encontrados em 1985, mais de sete décadas depois do naufrágio.

Daniel Faria

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar a Taça de Portugal?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas