MADEIRA Meteorologia

Alemanha soma quatro milhões de contágios com incidência levemente em alta

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
05 Setembro 2021
10:09

A Alemanha superou os quatro milhões de contágios de covid-19 desde o início da pandemia, segundo os dados hoje atualizados pelo instituto Instituto Robert Koch (RKI), que mostram a incidência semanal levemente em alta.

No total, verificaram-se 4.005.641 infeções, das quais 3,7 milhões que correspondem a pacientes recuperados e com 92.346 mortes registadas, segundo os dados divulgados e citados pela agência EFE.

Nas últimas 24 horas foram contabilizados 10.452 contágios e 21 vítimas mortais, com a incidência acumulada em sete dias e por 100 mil habitantes a subir 83,1 casos, face aos 74,1 registados há uma semana.

Este indicador tinha baixado para os cinco casos semanais por 100 mil habitantes em junho, após meses de encerramento de praticamente toda a vida pública na Alemanha, refere.

Com a reabertura gradual da restauração, do comércio, da atividade cultura e escolar, assim como o turismo, os números continuam a subir de novo, ainda que estejam ainda abaixo do pico alcançado em dezembro, onde foi registada uma média nacional de 197,6 casos.

Este indicador, considerado durante praticamente toda a pandemia é o principal instrumento para adotar medidas restritivas ou aliviá-las e será em breve substituído pelo número de hospitalizações.

Com mais de 61% da população Alemanha com o esquema completo de vacinação, o instituto considera que a incidência semanal já não é um fator tão relevante, mantendo-se baixos os números de internamentos graves e vítimas mortais.

O nível de hospitalizações por sete dias e 100 mil habitantes está nos 1,83 casos, enquanto nos picos da pandemia este valor chegou aos 15,5.

O diretor de virologia da clínica de Berlim, Christian Drosten, considerado o principal especialista do país, alertou no sábado da rádio pública NDR que "com certeza" no outono haveria novamente restrições pelo menos em termos de contactos pessoais e sociais.

Segundo o responsável, para entrar no outono e inverno "com segurança" são necessárias cerca de cinco milhões de pessoas vacinadas com o esquema completo.

A covid-19 provocou pelo menos 4.539.397 mortes em todo o mundo, entre mais de 218,96 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem acha que vai governar a Região após as eleições de 26 de maio?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas