MADEIRA Meteorologia

PS promete fim das propinas para estudantes madeirenses

Data de publicação
10 Maio 2024
12:45

O PS-Madeira assegura que, se for Governo na Região, os estudantes madeirenses que frequentam o ensino superior deixarão de pagar propinas.

A medida visa apoiar as famílias e representa igualmente um investimento na Educação, um dos eixos de desenvolvimento da Região, como explica Paulo Cafôfo.

A garantia foi deixada esta manhã, durante uma reunião da candidatura do PS-Madeira às eleições legislativas regionais com a Associação Académica da Universidade da Madeira, um encontro que serviu para ouvir as preocupações desta estrutura e debater as propostas do partido para o ensino superior.

Na ocasião, Paulo Cafôfo destacou o papel da Universidade da Madeira (UMa) no contexto regional, mas também numa perspetiva de abertura ao exterior e de internacionalização em áreas fundamentais, assumindo o compromisso de apoiar a instituição e a sua estratégia de desenvolvimento.

O candidato do PS à presidência do Governo Regional dirigiu uma “atenção particular” aos estudantes, constatando as dificuldades socioeconómicas por muitos sentidas.

Como adiantou, 40% dos alunos da UMa são bolseiros, um dado que “também diz muito daquelas que são as dificuldades das famílias madeirenses, porque a Universidade não está desligada do contexto regional”.

“Se nós temos 70 mil madeirenses em risco de pobreza, isso reflete-se obviamente nos estudantes madeirenses que aqui estudam”, referiu ainda.

Assim, além de reconhecer a necessidade do reforço da Ação Social, o líder socialista deixou a garantia de acabar com as propinas para os estudantes madeirenses que estão no ensino superior, seja na UMa ou noutras universidades do País.

Como sustentou, “isto é muito importante, tendo em conta que, além daqueles que recebem apoio da Ação Social, há alunos que, não sendo bolseiros, são de famílias da classe média, que nem têm os rendimentos necessários para investir na educação dos seus filhos, nem têm a possibilidade de recorrer a qualquer tipo de apoio”.

“A educação deve ser gratuita e de excelência e deve haver uma redistribuição dos impostos que o Governo Regional arrecada para apoiar as famílias”, considerou, referindo que o fim das propinas para os estudantes madeirenses representa um investimento na educação, mas também um apoio às famílias.

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora regional do Bloco de Esquerda
19/06/2024 08:00

O PSD-M anda a convocar as forças terrenas e celestes - aparentemente, neste jardim plantado no Atlântico, até Deus está cansado da democracia (só pode...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas