MADEIRA Meteorologia

"Ninguém deve ser discriminado pelo sítio onde nasce ou escolhe viver", considera Bruno Melim

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
27 Julho 2021
20:02

O presidente da JSD-Madeira, Bruno Miguel Melim, foi hoje recebido pelo presidente do Governo Regional dos Açores José Manuel Bolieiro, no Palácio de Sant´Ana, residência oficial da Presidência do Governo açoriano concluindo assim uma visita de três dias àquele arquipélago.

No encontro entre os dois social-democratas, que durou aproximadamente duas horas, ficou evidente a concordância de ambos para a necessidade de definição de uma estratégia comum em dossiês vitais para ambas as regiões. "O maior serviço que podemos prestar à Autonomia é a capacidade de convergir em matérias essenciais para a melhoria das condições de vida dos povos insulares", afirmou Bruno Miguel Melim.

Os temas abordados na reunião versaram sobre a proposta de Lei de Finanças das Regiões Autónomas, desenvolvida ao longo da última sessão legislativa na ALRAM e na qual o jovem líder da JSD-Madeira esteve particularmente envolvido, sendo um dos seus autores, mas também onde se abordou a necessidade de revisão dos Estatutos Político-Administrativos, as responsabilidades da República para com as Regiões Autónomas em matérias como a Saúde e a Educação, e a necessidade "urgente" de dotar as novas gerações de literacia autonómica.

"É fundamental que todos tenhamos consciência que na Madeira e nos Açores se gasta mais na Educação e Saúde - áreas de responsabilidade da República - do que no restante território nacional devido aos custos de insularidade. Pena é que esses custos tenham de ser pagos pelos madeirenses e açorianos. Dentro do mesmo país, ninguém deve ser discriminado pelo sítio onde nasce ou escolhe viver."

Para o também jovem deputado à Assembleia Legislativa Regional da Madeira, verifica-se hoje uma oportunidade histórica, desde a conquista da Autonomia, de fazer uma verdadeira frente das Autonomias. Melim afirma que a concretização de propostas que estão hoje em cima da mesa, como o Fundo de Coesão Social para as Regiões Ultraperiféricas, a definição de um princípio de equidade nas relações entre o Estado e as regiões autónomas, e o cumprimento do princípio da continuidade territorial "serão conquistas importantes para as novas gerações, para aqueles que pretendem continuar a preservar e a viver em Autonomia".

Bruno Miguel Melim referiu ainda no encontro a necessidade de se educar para a Autonomia, lançando o desafio ao também presidente do PSD-Açores, da necessidade de se apresentar uma solução que vise integrar o tema das "Autonomias" no currículo de disciplinas lecionadas ou a lecionar nos ensinos básico e secundário em Portugal. Bruno Miguel Melim acredita que "a Autonomia sairá mais forte quanto maior for o conhecimento para esta justa conquista. Falar-se de um tema que muito diz às ilhas, sem que no continente poucos o conheçam, e ainda menos o entendam, não se constitui como solução para ultrapassar os preconceitos que ainda existem em todo o país", rematou.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas