MADEIRA Meteorologia

Miguel Albuquerque abre a porta para acordo com o Chega

Alberto Pita

Jornalista

Data de publicação
20 Abril 2024
11:42

O presidente do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque, abriu hoje a porta ao Chega para um eventual futuro acordo pós-eleitoral.

“Nós não temos de ser politicamente corretos, não temos de fazer fretes aos nossos adversários, o que nós temos é derrotar os nossos adversários”, afirmou Albuquerque, durante o discurso de apresentação da moção global que traz ao conclave social-democrata.

“Seria fatal para o PSD se fôssemos para as eleições com a nossa capacidade negociar diminuída”, insistiu, no discurso de abertura do 19.º Congresso Regional do PSD/Madeira.

“As linhas vermelhas foram uma criação da esquerda”, continuou, antes de referir que também António Costa não criou linhas vermelhas com as esquerdas, aludindo ao acordo da geringonça.

Sem nunca nomear o Chega, Miguel Albuquerque justificou porque não cria bloqueios a futuros acordos. “As linhas vermelhas não se estabelecem com partidos aceites pelo Tribunal Constitucional”, disse.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas