MADEIRA Meteorologia

‘Madeira Primeiro’ assume “defesa dos jovens da Madeira na República como prioridade”

Data de publicação
28 Fevereiro 2024
20:30

“Além de sermos a única candidatura que coloca os Jovens Madeirenses e Porto-Santenses em primeiro lugar, somos uma candidatura que quer continuar a assegurar a defesa dos interesses dos nossos jovens na Assembleia da República e contribuir para que se faça diferente daquilo que foi feito nestes últimos oito anos, em que vimos várias propostas que eram positivas serem chumbadas pelo Governo socialista” afirmou, hoje, a candidata pela coligação Madeira Primeiro, Carla Spínola, à margem de mais uma iniciativa de proximidade com a juventude, desta feita na freguesia de São Roque, no Funchal.

Oportunidade em que a candidata garantiu que a sua candidatura irá insistir, na Assembleia da República, em todas as medidas que se revelarem benéficas em termos de apoios aos jovens que estão a estudar fora, designadamente na aprovação do Estatuto do Estudante Deslocado Insular – que, a par do Estatuto do Estudante Atleta, foi chumbado pelo PS – e na revisão do Subsídio Social de Mobilidade, para que os jovens Madeirenses paguem apenas 65 euros nas suas viagens aéreas ao continente mas, também, na defesa de propostas como o acesso, pelos estudantes madeirenses que estão no continente, a um médico de família e numa política fiscal mais atrativa.

“Queremos que o Estado assuma as suas responsabilidades”, frisou a candidata, referindo-se, entre outros exemplos, ao pagamento, pelo Governo Central e conforme é da sua competência, do Passe Sub-23 aos estudantes na Região – hoje suportado pelo Governo Regional – assim como ao reforço do financiamento da Universidade da Madeira e às residências universitárias, residências a construir nesta freguesia de São Roque e na Rua da Carreira, “promessas que foram feitas pelo Governo Central, há cerca de dois anos, que ainda não se encontram cumpridas”.

Carla Spínola que, a finalizar, garantiu que a candidatura Madeira Primeiro está ao lado dos jovens, quer fazer a diferença e, acima de tudo, tem um programa e uma estratégia bem definida para mudar a forma como os jovens da Madeira e do Porto Santo têm sido tratados pelo Governo da República. “Esperamos que, a 10 de março, possamos ser eleitos e cumprir com os objetivos e as medidas a que nos propomos”, rematou.

OPINIÃO EM DESTAQUE
Gestora de Projetos Comunitários
6/04/2024 08:00

Há 50 anos, deu-se a Revolução dos Cravos (também conhecida como “Revolução de Abril”). Desde então, Portugal passou por uma série de transformações políticas,...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas