MADEIRA Meteorologia

Eleições: ADN defende maior fiscalização aos subsídios no combate à falta de mão de obra

Data de publicação
22 Maio 2024
18:07

O partido ADN defende, em comunicado, “uma maior fiscalização no combate à dependência de subsídios, propondo medidas mais rigorosas para garantir que os subsídios não desmotivem a procura de emprego e para assegurar que as empresas possam ter acesso à mão de obra necessária para operar de forma sustentável”.

O comunicado resulta de contactos realizados pela candidatura liderada por Miguel Pita, hoje no concelho da Calheta, onde se reuniu com Paulo Azevedo, representante da CPPME (Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas).

De acordo com a mesma fonte, o empresário abordou diversos problemas que afectam transversalmente muitas micro e pequenas empresas, sendo a principal preocupação destacada a falta de mão de obra, situação que, de acordo com o mesmo responsável, citado pelo ADN, em comunicado, “está levando alguns empresários a fechar suas empresas”.

O representante da CPPME, segundo o candidato Miguel Pita, “atribuiu essa escassez de mão de obra ao excesso de subsídios e à falta de fiscalização na concessão dos mesmos, sugerindo que estas práticas estão desincentivando o trabalho e a procura de emprego”.

No mesmo sentido, Carl Dionísio, proprietário do ‘Bungy Portugal’ e filho de emigrantes, relatou ao candidato que “veio para a Madeira investir no seu negócio, mas teve de encerrar a sua actividade devido à falta de mão de obra, o que resultou na perda de um importante atractivo turístico para o concelho da Calheta. Agora, pondera encerrar toda a sua actividade e ir para outro país”.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas