MADEIRA Meteorologia

CDS não deve nada à banca e tem de estar no palco governativo da Região

Data de publicação
13 Abril 2024
16:01

Consideração feita por Amílcar Figueira no 19.º Congresso Regional do CDS-PP.

Na apresentação do Relatório da Secretaria-geral do CDS-PP Madeira, Amílcar Figueira, secretário-geral do CDS-PP, afirmou ser “fundamental para uma solução de estabilidade, o CDS estar no palco governativo” da Região.

“Deu provas de bom desempenho, durante este período em que esteve na frente do combate político, e foi mesmo combate, porque governar com uma pandemia que paralisou tudo, depois com uma guerra, que fez disparar o custo de vida e os juros, não foi fácil. Isto demonstra que estamos bem preparados para governar e fazer ainda mais pela nossa terra”, vincou Amílcar Figueira.

CDS não deve nada à banca

“Quanto ao balanço da Secretaria Geral, no passado dia 5 de março foram discutidas e aprovadas as contas do partido, e posso afirmar perante vós que o CDS não deve nada à banca e que apenas tem uma divida controlada a fornecedores no valor inferior a uma subvenção mensal.

Quanto aquilo que mais interessa, a implantação do partido, durante os últimos anos, a realidade é que há um crescimento, há um potencial de gente interessada em participar e trabalhar pelo partido”, continuou a mesma voz.

Na ótica de Amílcar Figueira, os centristas têm uma base sólida na Madeira com cerca de 2.400 militantes.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem acha que vai governar a Região após as eleições de 26 de maio?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas