MADEIRA Meteorologia

JPP assegura que não deixará "esquecer as promessas de estabelecimento de uma linha Ferry entre a Madeira e o Continente"

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
20 Maio 2022
12:33

"O JPP não vai deixar esquecer as promessas de estabelecimento de uma linha Ferry entre a Madeira e o Continente". Foi com esta certeza que o presidente do grupo parlamentar, Élvio Sousa, deu início à iniciativa política realizada esta manhã no porto do Caniçal.

Para o parlamentar, é fundamental manter a "constante fiscalização para a existência de um meio alternativo no transporte marítimo rápido de passageiros e carga", de forma a que se promova a "concorrência e a possibilidade de alavancar a economia e atrair empresas para o mercado regional", referiu.

"Basta ver recentemente as queixas do setor do turismo em espaço rural para perceber a importância de um Ferry para a economia", exemplificou Élvio Sousa.

"O que se está a passar com o Governo Regional PSD/CDS é que, além de atirar constantemente as culpas para Lisboa, Miguel Albuquerque padece de pouca vontade em procurar alternativas para restabelecer uma operação ferry entre a Madeira e o Continente", lamentou.

Élvio Sousa recordou uma proposta do armador alemão FRS-Fast Reliable Seaways de 2015 para o estabelecimento da ligação marítima com a Madeira, uma proposta que, "além da insistência do operador, em 2017, não teve continuidade do interesse por parte do Governo Regional da Madeira".

Na altura "a proposta não correspondia aos requisitos técnicos do concurso/consulta como a velocidade e capacidade de passageiros, por exemplo, mas a questão essencial é a de perceber por que razão o Governo não intensificou os contatos a posteriori", destacou.

"Ou seja, o Governo ignorou a proposta do armador FRS, que na altura pedia a isenção de taxas, uma situação que hoje está resolvida, e continua a não procurar dar condições ao nível dos requisitos técnicos, bem como melhoria das condições operacionais na Região", atirou.

"Vimos recentemente Miguel Albuquerque a reunir-se com o armador alemão da Oldendorff e o interesse, e bem, pela continuidade do CINM, mas não vemos idêntico interesse em Miguel Albuquerque em reunir com os responsáveis da FRS, um dos mais relevantes armadores europeus do mercado dos Ferrys, e em estabelecer uma proposta viável e a contribuir igualmente para a própria diversificação da economia", concluiu.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem acha que vai governar a Região após as eleições de 26 de maio?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas