MADEIRA Meteorologia

450 pessoas participaram na festa comício do 25 de Abril da CDU no Funchal

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
25 Abril 2023
15:12

A CDU promoveu, hoje, a festa comício do 25 de Abril na Rua João de Deus, onde estiveram mais de 450 participantes.

Coube a Gonçalo Ramos, da Juventude CDU, a primeira política desta festividade, na qual lamentou que a juventude esteja a ser "vítima da política de exploração e empobrecimento perpetuada ao longo dos anos por sucessivos governos que nada mais fazem do que trocar uns por outros e manter tudo na mesma".

Por isso mesmo, para o responsável "mais que nunca é preciso defender Abril e os seus valores".

Já Ricardo Lume, deputado à Assembleia Regional, lembrou que "comemorar Abril é ter presente o que significou, as transformações que trouxe, o progresso conseguido".

"Comemorar Abril é lembrar a luta antifascista, a luta de homens, mulheres de uma abnegada dedicação à luta pela democracia e a liberdade. Perante novas tentativas de branqueamento do fascismo, de surgimento dos projetos reacionários e fascizantes, é preciso não deixar esquecer o que significou o fascismo, a negação das liberdades políticas individuais, as perseguições, prisões, torturas e assassinatos de opositores políticos, o analfabetismo, a fome e a miséria", apelou, destacando antes os valores de abril, como os da "liberdade, da emancipação social, do Estado ao serviço do povo e não da exploração, do desenvolvimento visando a melhoria da qualidade do nível de vida", entre outros.

O deputado da CDU na Assembleia Regional terminou a sua intervenção dizendo que "é preciso substituir a política de exploração e empobrecimento, praticada no País pelo PS e na Madeira pelo PSD e CDS, por uma verdadeira política alternativa que coloque na Região a Autonomia ao serviço dos Trabalhadores e do Povo e que se assuma no respeito do projeto de Abril e dos seus valores e conquistas"

"E já nas próximas Eleições Regionais que se realizam este ano, reforçar a CDU com mais votos e mais deputados é a única garantia de combater a política de exploração e empobrecimento, de defender os valores de Abril, e colocar a Autonomia ao serviço dos Trabalhadores e do Povo, para que possamos viver melhor na nossa Terra", findou.

Redação

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas