MADEIRA Meteorologia

Mais de 40 detidos numa parada LGBT em Istambul

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
25 Junho 2023
16:34

Mais de 40 ativistas dos direitos LGTBI foram hoje detidos em Istambul numa parada do Orgulho, realizada apesar de proibições e forte presença da polícia na cidade turca, segundo os organizadores.

As autoridades de Istambul e de várias outras províncias turcas proibiram todos os eventos LGTBI planeados para a Semana do Orgulho, incluindo as marchas.

Os acessos aos locais tradicionais dos desfiles dos grupos LGTBI em Istambul, como a rua Istiklal e a praça Taksim, foram encerrados pela polícia e as paragens de metro próximas foram fechadas.

Os grupos LGTBI anunciaram que se reuniriam às 15:00 horas locais, mas só revelaram o local no último minuto.

Por fim, reuniram-se num parque no bairro de Nisantasi, onde desfraldaram uma bandeira gigante do arco-íris.

Os ativistas presentes no parque entoaram palavras de ordem como "Vão-se habituar a nós!", "Foge, Tayyip (Erdogan, presidente turco), foge. Os homossexuais vêm aí!".

A polícia chegou ao local e declarou a manifestação ilegal.

Os organizadores afirmam que mais de 40 pessoas foram detidas.

A Parada do Orgulho foi proibida pelo Governo de Istambul nos últimos quatro anos, coincidindo com um endurecimento do discurso contra a minoria LGTBI por parte do Governo islamista de Recep Tayyip Erdogan.

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas