MADEIRA Meteorologia

Ex-funcionário da polícia dinamarquesa acusado em grande caso de pirataria informática

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
27 Maio 2022
17:15

Um antigo funcionário da polícia dinamarquesa foi acusado tentar piratear os telemóveis de 140 outros trabalhadores, acedendo a mais de 100 casos de material de investigação, avançaram hoje as autoridades.

O material pirateado incluía imagens de pornografia infantil e fotografias pessoais pertencentes a um grande número de cidadãos, afirmou a polícia na ilha central de Fiónia, na Dinamarca, em declarações.

Ainda não é claro, porém, como é que o detido teve acesso ao material e se era um agente da polícia ou apenas um funcionário civil.

O homem é agora acusado de assédio sexual, pirataria, abuso de posição e propensão para a pornografia infantil, sendo que, se for considerado culpado, pode enfrentar até seis anos de prisão.

As vítimas correspondem a antigos colegas, amigos, conhecidos e pessoas aleatórias a quem comprou discos rígidos usados, "dos quais recuperou e adquiriu conteúdo privado e humilhante", explicaram as autoridades dinamarquesas.

Segundo a polícia, cerca de 140 empregados tiveram os seus telemóveis pirateados pelo menos uma vez e outros chegaram a ser pirateados até 30 vezes.

O detido também tirou fotografias a uma colega através da fechadura do balneário do posto da polícia.

O homem, que a polícia preferiu não identificar, cometeu alegadamente as ofensas a partir do seu local de trabalho, bem como da sua casa, por um longo período de tempo até ser preso, em 29 de março, acrescentaram as autoridades.

Sem ainda nenhuma data anunciada para o julgamento, o advogado de defesa do detido, Henrik Garlik, recusou-se a pronunciar sobre as alegações do cliente, avançou o jornal dinamarquês Ekstra Bladet.

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas