MADEIRA Meteorologia

Acidente de barco na Nigéria deixa 17 mortos e 70 pessoas desaparecidas

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
30 Outubro 2023
15:59

Mais de 70 pessoas foram hoje dadas como desaparecidas na Nigéria, depois de um barco naufragar no norte do país, segundo as autoridades nigerianas, que lamentaram os frequentes acidentes mortais de barco no Estado mais populoso de África.

O barco transportava comerciantes que regressavam de um mercado de peixe no distrito de Ardo-Kola, no estado de Taraba, na noite de sábado, quando virou no rio Benue, que é um dos maiores da Nigéria, disseram os serviços nacionais de emergência.

Mais de 100 passageiros estavam a bordo e 14 foram resgatados, 17 corpos foram recuperados e 73 pessoas estão desaparecidas, disse Ladan Ayuba, chefe da Agência Nacional de Gestão de Emergências da Nigéria, à agência de notícias norte-americana Associated Press.

O governador de Taraba, Agbu Kefas, classificou o acidente como uma "tragédia monumental" e ordenou o uso de coletes salva-vidas para os passageiros que viajam de barco. "O nosso corpo de água, que é um dos mais extensos da região, deveria ser uma verdadeira fonte de riqueza e não de morte", disse o governador, segundo um comunicado divulgado hoje pelo seu gabinete.

Os desastres com barcos são comuns em comunidades remotas neste país da África Ocidental. Este é o terceiro acidente envolvendo mais de 100 passageiros em apenas quatro meses. A maioria dos acidentes é atribuída a sobrecarga das embarcações. Muitas vezes faltam estradas boas e acessíveis nessas áreas.

As autoridades estão a investigar a causa do acidente, adiantou o porta-voz da polícia de Taraba, Usman Abdullahi, e moradores locais e pescadores estão a ajudar as agências de resgate.

Abdullahi disse recear que a operação possa durar dias, porque o rio atingiu o seu nível mais alto.

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas