MADEIRA Meteorologia

PS desafia Albuquerque a “despir a farda de presidente do Governo e a vestir a de líder do PSD e candidato”

Data de publicação
12 Abril 2024
12:53

O PS-Madeira denunciou, hoje, o facto de Miguel Albuquerque usar o cargo de presidente do Governo Regional para promover a estratégia eleitoral do PSD.

Em conferência de imprensa, o líder do grupo Parlamentar do PS fez notar que o Executivo está demitido, mas aquilo que temos assistido nos últimos dias é ao presidente em gestão “numa lufa-lufa, como se não existisse amanhã e como se estivesse em plenitude de funções”. Victor Freitas desafiou, por isso, Miguel Albuquerque a “despir a farda de presidente do Governo e a vestir a de líder do PSD e candidato”.

O socialista lembrou que a Lei Eleitoral determina o dever de neutralidade e imparcialidade aos titulares dos órgãos de Governo e instituições públicas, advertindo que “não podemos ter um candidato a presidente do Governo a utilizar os dinheiros públicos para promover a estratégia eleitoral de um partido”. Como referiu, Miguel Albuquerque está neste momento em gestão e limitado nas funções, pelo que, insistiu, deve “despir a farda de presidente do Governo” e “vir para a rua, para o debate com as outras forças políticas, sem usar os recursos e os meios que são de todos os madeirenses e da Região”.

Victor Freitas aproveitou também para comentar a mudança de posição de Miguel Albuquerque, o qual, após ter dito que era um dispêndio inútil de dinheiro manter abertas as urgências dos centros de saúde do Porto Moniz e de Santana durante 24 horas, ontem já veio prometer a reabertura destes serviços. “Estes tempos eleitorais operam alterações da parte de alguns governantes, nomeadamente do senhor presidente do PSD. O que constatamos ontem é que o senhor presidente do PSD tem dias, porque agora, quando falta pouco tempo para as eleições, vem anunciar que irá abrir estes dois centros de saúde no período noturno já no mês de maio”, observou.

O líder parlamentar socialista lembrou as várias propostas que o PS apresentou no sentido da reabertura das urgências de Santana e Porto Moniz no período noturno, as quais foram sempre chumbadas, bem como as várias intervenções de Albuquerque a recusar esta medida. “Afinal, o senhor presidente do PSD acha que quem tem razão é o PS e nós agradecemos”, declarou.

Victor Freitas alertou que Miguel Albuquerque está a fazer esta promessa apenas porque estamos em vésperas de eleições, para “tentar mais uma vez enganar o eleitorado do norte da Madeira. “Nós não sabemos o que irá acontecer no futuro, caso ele venha a ser eleito presidente do Governo, se a palavra que conta é a que disse até ao dia de ontem ou se é a que disse ontem”, acrescentou.

Ainda para evidenciar as contradições de Miguel Albuquerque, o dirigente socialista fez igualmente questão de recordar que, antes das eleições de 24 de setembro passado, aquele afirmou que não faria coligações e que estas não serviam os interesses dos madeirenses, mas, na noite eleitoral, veio dizer que ia fazer uma coligação para se manter no poder.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas