MADEIRA Meteorologia

IL diz que próximo Governo Regional terá de reduzir em 30% todas as taxas de IRS, IVA e IRC

Data de publicação
16 Abril 2024
12:42

A Iniciativa Liberal considerou hoje que a descida do IRS apresentada pelo Governo da AD “é tímida, não indo ao encontro das expectativas e necessidades dos portugueses e ficando muito aquém do desejado, devendo representar uma poupança simbólica face ao que já seria pago com base no Orçamento de Estado de 2024 elaborado pelo PS.”

Para a Iniciativa Liberal, o PS e o PSD “continuam a olhar para os contribuintes, unicamente, como uma fonte de receita, recusando-se a controlar e reduzir a despesa pública, e aplicando e mantendo uma carga fiscal que não leva em linha de conta os rendimentos dos portugueses e que não permite que o nível de vida dos mesmos melhore.”

Em comunicado, o partido refere que “o mesmo se passa na Madeira, onde o Governo Regional tem optado por não esgotar o diferencial fiscal de 30% já permitido pela Lei das Finanças Regionais, sujeitando os madeirenses a taxas de IRS e de IVA superiores às que são aplicadas nos Açores.”

“Por estas e por outras é que a taxa de esforço fiscal dos Portugueses e dos Madeirenses é a 4.ª maior da União Europeia. E por estas e por outras é que somos o único partido que propõe e garante uma descida efetiva e significativa dos impostos e que pode fazer a diferença.”

A mesma nota refere que, no que depender da Iniciativa Liberal, “o próximo Governo Regional da Madeira terá, imperativamente, que reduzir em 30% todas as taxas de IRS, de IVA e de IRC, aplicáveis na Madeira”. “Nomeadamente, para que, como vem sendo apregoado, os impostos da Madeira sejam mesmo os mais baixos do país”, conclui.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar a Taça de Portugal?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas