MADEIRA Meteorologia

Gestão sustentável dos recursos hídricos "exige contributo de todos"

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
16 Maio 2022
11:49

O Clube de Ecologia Barbusano da Escola secundária de Francisco Franco promoveu, na passada sexta-feira, dia 13 de maio, uma palestra intitulada Gestão Sustentável dos Recursos Hídricos.

O orador, Professor Hélder Spínola, docente na Universidade da Madeira, começou por referir o ciclo da água, relacionando a sua dinâmica com o território madeirense. Neste contexto, explicou que se pode falar do ciclo urbano da água, que contempla a sua captação, tratamento (ETA), distribuição, uso, tratamento (ETAR) e devolução ao meio ambiente (mar).

Aquele investigador esclareceu que a situação da Madeira é particularmente favorável, na medida em que a força gravítica, resultante da captação da água a cotas elevadas, facilita a sua distribuição às populações, acarretando menos custos.

Além disso, estando os aquíferos, geralmente, a altitudes superiores à instalação das atividades humanas, a poluição a que está sujeita é pouco significativa.

O professor enfatizou que na Madeira, de um modo geral, as pessoas encaram a água como sendo um recurso ilimitado, o que leva algumas a utilizá-la sem moderação. Neste sentido, explicou que as alterações climáticas estão a traduzir-se numa menor precipitação e em temperaturas mais altas, o que está a ter reflexos na disponibilidade de água, escasseando, sobretudo, para a agricultura no verão.

Destacou, em seguida, que as perdas de água verificadas na rede de distribuição às populações são na ordem dos 50%, tratando-se de uma situação insustentável e que é urgente resolver. Alertou, igualmente, para o facto de a poluição pôr em causa a qualidade da água, pois os pesticidas e adubos químicos utilizados na agricultura contaminam os solos e, por conseguinte, os aquíferos.

Ainda neste âmbito, salientou que os cidadãos são também corresponsáveis pela questão da poluição hídrica, tendo sugerido algumas medidas como o cuidado na escolha dos detergentes e produtos de higiene, assim como na seleção do vestuário, devendo optar-se por fibras naturais, tais como o linho e o algodão. Por fim, relembrou o cuidado que todos nós devemos ter na poupança da água e questionou os alunos sobre atitudes que visam esse propósito.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas