MADEIRA Meteorologia

Região de Coimbra admite repor projetos de mobilidade sustentável recusados pelo FEDER

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
17 Agosto 2022
18:24

Os projetos Ciclovia do Mondego e Ecopista do Antigo Ramal Ferroviário da Figueira da Foz foram reprovados pelos Programa Operacional Centro 2020 e a Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra está a ponderar a apresentação de novas candidaturas.

Os dois projetos da CIM correspondem à intenção de investimentos de 3,5 milhões de euros e quatro milhões de euros, respetivamente, e tinham sido candidatados aos apoios do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Centro 2020.

"Não vamos desistir. Estes projetos estarão sempre em cima da mesa", disse hoje o secretário executivo da CIM da Região de Coimbra, Jorge Brito, à agência Lusa.

Jorge Brito adiantou que o "chumbo" das candidaturas "está ainda a ser avaliado" pela entidade que as apresentou.

O mesmo responsável admitiu, contudo, que a CIM venha a optar por repor as candidaturas dos projetos no âmbito do Portugal 2030.

Em declarações à Lusa, corroboradas pelo presidente da Comunidade Intermunicipal, Emílio Torrão, que estava presente no momento, Jorge Brito recordou que a Ciclovia do Mondego e a Ecopista do Antigo Ramal Ferroviário da Figueira da Foz são projetos que visam a mobilidade sustentável, integrados na "estratégia de descarbonização" da economia da União Europeia.

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
11/04/2024 08:00

A finitude da vida é um tema que nos confronta com a essência da nossa existência, levando-nos a refletir sobre o significado e o propósito da nossa passagem...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas