MADEIRA Meteorologia

África do Sul: Ex-assistente Pessoal de Ace Magashule presa nos EUA

Moroadi Cholota, testemunha-chave num caso de fraude, corrupção e lavagem de capitais contra o ex-governador da província de Free State, Ace Magashule, foi presa no último fim de semana pelas autoridades dos EUA, segundo confirmou, hoje, o Ministério Público da África do Sul (NPA), através do porta-voz Mojalefa Senokoatsane.

O porta-voz avançou que o Tribunal foi informado na manhã de hoje pelo NPA, que Moroadi Cholota foi detida e será apresentada ainda hoje em tribunal nos EUA.

O caso envolve também a ex-presidente do Município Metropolitano de Mangaung e ex-membro do Conselho Executivo (MEC) para a Governação Cooperativa, Assuntos Tradicionais e Assentamentos Humanos Sarah Matawana “Olly” Mlamleli, o empresário multimilionário Edwin Sodi e outros relacionados com fracassado projeto de amianto no valor de 255 milhões de randes.

De salientar que em 2020 Sarah Matawana “Olly” Mlamleli foi destituída do cargo de presidente da edilidade Mangaung e presa devido a um controverso contrato de remoção de amianto decorrente do tempo enquanto foi MEC.

O ex-homem forte da província de Free State e do partido governamental e seus co-acusados, fazem face, a mais de 70 acusações de fraude, corrupção e lavagem de dinheiros entre outras.

Magashule e seus co-acusados voltaram, hoje, ao Alto Tribunal da África do Sul, em Bloemfontein, tendo o julgamento sido adiado para o próximo dia 14 de junho. O ex-governador desde sempre manteve de que não há caso contra ele e reclama a sua inocência.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas