MADEIRA Meteorologia

Avaliação bancária de habitação na Madeira ascendeu aos 1.765€/m2

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
27 Outubro 2023
11:53

Dados divulgados hoje pela Direção Regional de Estatística da Madeira (DREAM) revelam que, no passado mês de setembro, a avaliação bancária de habitação na Região ascendeu aos 1.753€/m2.

Este número revela um acréscimo de 2,8%, em relação ao mês anterior (mais 48 euros), e de 25,2%, face ao período homólogo (mais 353 euros).

No que refere aos apartamentos, o valor mediano de avaliação bancária na Madeira foi de 1.836€/m2, traduzindo uma variação de mais 2,9% comparativamente a agosto de 2023 e de mais 30,6% face ao mês homólogo. Nas moradias, este indicador situou-se nos 1.593€/m2, superior em 9,9% ao valor observado no mês anterior e mais 14,9% relativamente ao valor do mês homólogo.

A nível municipal, o valor mediano de avaliação bancária no Funchal, em setembro de 2023, se fixou nos 2.049€/m2, o mesmo valor que no mês precedente e mais 24,2% que em setembro de 2022.

Para além do Funchal, e no mês em referência, também ultrapassaram o número mínimo de observações registadas (33) os municípios de Câmara de Lobos e de Santa Cruz, cujos valores de avaliação bancária atingiram os 1.490€/m2 e os 1.611€/m2, respetivamente. Câmara de Lobos observou um acréscimo de 5,8% face ao mês anterior e de 7,3% em relação ao mês homólogo, enquanto Santa Cruz registou uma variação mensal de +3,9% e homóloga de +22,5%.

O valor mediano de avaliação bancária no País fixou-se nos 1.541€/m2, mais 3 euros que no mês anterior (+0,2%). A variação homóloga foi de +7,8% (+112 euros).

No contexto das 7 regiões NUTS II do país, os valores mais elevados foram observados no Algarve (2.152€/m2) e na Área Metropolitana de Lisboa (2 052 euros/m2) surgindo, na posição seguinte, a RAM (1.753€/m2). Face ao período homólogo, a RAM (+25,2%) apresentou a maior variação e o Centro (+6,9%) a menor. Comparativamente ao mês anterior, a RAM (+2,8%) liderou as subidas, seguido da RAA (+2,0%), surgindo no polo oposto o Algarve (-0,6%).

Número de avaliações bancárias cresceu face ao mês anterior, mas diminuiu em termos homólogos

Para o apuramento do valor mediano de avaliação bancária, de setembro de 2023, foram consideradas 547 avaliações, -13,0% que no mesmo período do ano anterior. Destas, 323 foram de apartamentos e 224 de moradias. Em comparação com o mês anterior, realizaram-se mais 28 avaliações, o que corresponde a um acréscimo de 5,4%.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Qual o seu grau de satisfação com a liberdade que o 25 de Abril trouxe para os madeirenses?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas