MADEIRA Meteorologia

Ausência de cônsul em Joanesburgo "é uma falta de respeito e de consideração"

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
28 Julho 2021
9:52

A ausência de cônsul no Consulado-Geral de Portugal em Joanesburgo está a revoltar a comunidade na África do Sul. José Nascimento, conselheiro da diáspora madeirense em solo sul-africano, exige "o regresso imediato de um comandante para a nau".

"Este tratamento desigual ao qual somos sujeitos há décadas, da minha parte, acabou, não deixo passar", assevera José Nascimento, conselheiro da diáspora madeirense na África do Sul, quando questionado a comentar a ausência de cônsul em Joanesburgo.

O Consulado está há pelo menos 19 dias sem timoneiro ao leme. Facto que indigna o homem que é advogado na África do Sul.

"Eu acho que uma comunidade com o número de pessoas como tem o Consulado-Geral de Portugal em Joanesburgo, com a atividade e receitas que tem, necessita de um comandante para a nau, e, se não o tem, exige-se o regresso imediato", reclama.

José Nascimento lembra que havia um cônsul em Joanesburgo [Graça da Fonseca] que, entretanto, entrou de licença de maternidade. Após isso foi nomeada uma cônsul interina, Leonor Esteves.

Agora e, de repente, a comunidade deparou-se com o súbito desaparecimento de Leonor Esteves. Facto que intriga o conselheiro.

"Porquê que não renovaram com essa senhora até que a outra não regressasse? Quem tomou essa decisão?", questiona.

Joanesburgo merece um cônsul

Para José Nascimento, "Joanesburgo tem o número suficiente de pessoas sob a sua jurisdição para merecer ter uma ou um cônsul. Não podemos passar meses sem ter ninguém ao comando do Consulado-Geral".

No entanto, o advogado recorda que a chanceler Adalberta Coimbra [mulher que está a comandar as operações] merece todo o seu respeito e elogios mas "por uma questão de respeito e de dignidade" exige que Joanesburgo tenha "alguém no comando".

"Se não tivermos vamos nos queixar", assegura.

Durante o dia de ontem o JM procurou entrar em contacto quer com o Ministério dos Negócios Estrangeiros quer com a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas mas não obteve qualquer resposta ou esclarecimento ao súbito desaparecimento de Leonor Esteves.

Por Marco António Sousa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas