MADEIRA Meteorologia

Bispo pede a ordenandos que sejam "agitadores das águas quietas do mundo"

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
31 Julho 2021
12:11

João Gonçalves já é padre e Alberto Fernandes diácono. Os religiosos foram ordenados esta manhã, numa missa presidida pelo Bispo do Funchal, D. Nuno Brás, naquela que foi a terceira ordenação sacerdotal desde que assumiu a Diocese.

Para o bispo, tratou-se de "um acontecimento da salvação", já que os jovens ordenados vão "ajudar a viver a plenitude da alegria" que se pretende para o mundo, de ter "uma vida feliz" e "verdadeira". D. Nuno Brás aludiu ao facto de haver uma "procura tão radical" pela alegria supérflua. Nesse sentido, na homilia, o responsável pela Diocese considerou que a ordenação presbiteral e diaconal que se assistia era "um momento pascal de coincidência perfeita entre o Homem e Deus, aquele instante que resume o drama da humanidade e, ao mesmo tempo, a resposta perfeita de Deus a todas as procuras humanas".

Ao Padre João Gonçalves e ao diácono Alberto Fernandes, disse que têm agora "a missão de mostrar a todos que a sede que experimentam é a sede de Deus, com a missão de inquietadores do mundo contemporâneo.

D. Nuno Brás disse que devem ser "agitadores das águas quietas deste nosso mundo, que nos procura reduzir todos a fotocópias de astros, de ídolos, de homens elevados à categoria de Deus". "Não raras vezes, a sede corre o risco de se perder em si mesma, esquecendo-se de procurar a fonte", alertou o Bispo.

Por isso, a missão dos ordenandos é também a de "mostrar a todos a resposta que o próprio Deus nos oferece em seu filho, Jesus Cristo"

A concluir, D. Nuno Brás disse ao Padre João Gonçalves e ao diácono Alberto Fernandes que "o mundo anseia pelo vosso ministério".

Saliente-se que o novo padre celebra amanhã, pelas 16 horas, a sua primeira Missa, em são Roque.

Paula Abreu

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas