MADEIRA Meteorologia

“O representante diplomático deve estar junto dos portugueses”

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
29 Julho 2021
10:32

Paulo Neves, deputado social democrata com assento na Assembleia da República, classificou a ausência de cônsul em Joanesburgo como “grave”, garantindo que “a responsabilidade é do Ministério dos Negócios Estrangeiros”."A ser verdade, é grave e a responsabilidade é do Ministério dos Negócios Estrangeiros. Nós vamos apurar responsabilidades", é assim que Paulo Neves reage à notícia que dá conta que o cônsul de Portugal em Joanesburgo está fora do país numa altura crítica para a comunidade portuguesa.

O deputado madeirense, que é membro da Comissão de Negócios Estrangeiros e das Comunidades Portuguesas, dará entrada de uma pergunta, com caráter de urgência, dirigida ao ministro Augusto Santos Silva, onde lamenta que "numa altura em que a nossa comunidade na África do Sul atravessa momentos de enorme angústia, depois dos recentes distúrbios que atingiram também a comunidade portuguesa, o nosso representante diplomático na cidade de Joanesburgo deve estar junto dos portugueses e a chefiar a sua equipa na ajuda e acompanhamento aos milhares de portugueses que vivem na região de Joanesburgo". Paulo Neves acrescenta que "não faz sentido – e é condenável – que na altura em que é mais preciso abandone o seu posto". A pergunta do deputado Paulo Neves será acompanhada pelo PSD nacional.

O deputado madeirense, na semana passada, fez, na Assembleia da República, uma intervenção precisamente sobre a atual situação das nossas comunidades na Venezuela e na África do Sul. Perante o ministro dos Negócios Estrangeiros pediu um reforço do pessoal diplomático e consular, dos apoios sociais e de acompanhamento às nossas comunidades nestes dois países, pois "atravessam momentos de enorme angústia além de estarem a ser vítimas de violência e destruição dos seus negócios".

Paulo Neves, na oportunidade, também lamentou que a TAP, "uma empresa de capitais públicos portugueses, ainda não tenha reiniciado os seus voos para a Venezuela nem para a África do Sul. Deve fazê-lo imediatamente". Ainda nesta intervenção e sobre a questão das vacinas contra a covid o deputado eleito pelo PSD também pediu mais e melhor informação do Estado português aos nossos emigrantes que querem vir passar estas férias a Portugal.

Por Marco António Sousa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas