MADEIRA Meteorologia

JP Madeira controla espécies invasoras e lança-se no combate à escassez de água

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
26 Julho 2021
10:14

No dia 25 do presente mês, a Juventude Popular (JP) da Madeira reuniu-se no Parque Ecológico para combater as espécies invasoras, e defendeu uma melhor gestão da água.

A JP Madeira ao visitar o Parque Ecológico ajudou no controlo de espécies invasoras, nomeadamente, acácias e eucaliptos, garantindo a preservação da floresta Laurissilva e preservação das reservas de água.

Segundo a Juventude Popular, a água é um bem que será cada vez mais escasso e, por isso, precisa ser gerido com particular cuidado na preparação para as alterações climáticas, e, "visto que as espécies invasoras esgotam os recursos hídricos do solo, esta política de controlo reveste-se de grande importância". Por outro lado, a JP Madeira, realça a importância de substituir as áreas infestadas por espécies invasoras por floresta Laurissilva, "uma floresta húmida que permite aumentar a retenção dos recursos hídricos no solo".

Para combater a escassez de água, os jovens democratas-cristãos defendem ainda a necessidade de incentivo às práticas de construção amigas do ambiente, nomeadamente com o aproveitamento de águas pluviais. "Diariamente são gastos milhares de litros de água potável em utilizações que não necessitam de água potável, nomeadamente as descargas sanitárias", vinca.

De acordo com a JP Madeira, "se nas construções passar a ser usada águas pluviais e águas não potáveis, menor será a pressão sobre a quantidade de água potável disponível, que é cada vez mais escassa no mundo inteiro devido às alterações climáticas."

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas