MADEIRA Meteorologia

"Entendemos que o Funchal se está a desviar para caminhos sem retorno", diz Américo Silva Dias

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
30 Julho 2021
17:24

A candidatura 'Funchal, um novo rumo', encabeçada por Américo Silva Dias na corrida para as Eleições Autárquicas de setembro, foi formalmente apresentada, esta manhã, no Hotel Orquídea, no Funchal.

Inicialmente, a candidatura independente era apoiada por uma coligação entre o Partido Popular Monárquico (PPM) e o Aliança, mas "motivos burocráticos" acabaram por levar o partido fundado por Pedro Santana Lopes a abandonar a corrida.

"Por motivos burocráticos, o Aliança não pôde integrar a coligação, por isso o PPM vai avançar sozinho, e vou encabeçar a lista como independente", explicou Américo Silva Dias, esta manhã. "Já temos tudo fechado, as listas prontas, e em princípio vamos entregá-las na segunda-feira, às 11h00, no tribunal."

O candidato admitiu que a queda da coligação "foi um obstáculo", uma vez que obrigou a uma reformulação. "Já tínhamos tudo programado, tínhamos as assinaturas todas, e tivemos de reformular tudo", disse, acrescentando que as atenções ficarão centradas na Câmara e na Assembleia Municipal. "Vamos concorrer só à Câmara e à Assembleia Municipal, porque entendemos que nos devíamos concentrar só nestes dois órgãos autárquicos."

"A salvaguarda dos interesses da população da cidade e do meio ambiente municipal é, essencialmente, o objetivo principal da nossa candidatura", frisou Américo Silva Dias. "Entendemos que a cidade se está a desviar para caminhos que depois não terão retorno. Nomeadamente nos quatro vetores principais da nossa candidatura: a segurança na cidade e saúde pública, meio ambiente, reabilitação urbana, e mobilidade e transportes."

Entre várias ideias, o candidato defendeu a existência de um Conselho Municipal de Segurança, a retirada dos animais errantes das ruas da cidade, e "acabar de vez com o amianto nos bairros sociais, nem que seja preciso tirar as pessoas e metê-las em hotéis até arranjar uma solução".

Marco Milho

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas