D. Nuno Brás pede fé para enfrentar a crise que se segue: “nem tudo irá ficar bem”

A Madeira, como o mundo, tentam impedir nesta fase a propagação do coronavírus. Mas o futuro pós-pandemia também não se afigura nada fácil, reconheceu D. Nuno Brás, Bispo do Funchal, que deixa, no entanto, “uma palavra de confiança” a “todos os madeirenses e portosantenses”.

Em declarações ao JM, deixa a certeza de que o futuro será complicado a diversos níveis, mas pede fé para enfrentar todos os problemas que se seguirem. “É verdade que nos encontramos perante uma crise que nunca imaginámos: uma, há bem pouco, impensável crise na saúde, a que se seguirá uma enorme crise mundial na economia e, como consequência, uma enorme crise social. Nem tudo irá ficar bem. Mas nós, cristãos, colocamos a nossa confiança em Deus e sabemos que o cenário deste mundo é passageiro. A fé é a nossa grande riqueza e não deixaremos de a partilhar e de retirar dela a força e a coragem para enfrentar as dificuldades, entreajudando-nos a todos, agora mais que nunca.”