Papa Francisco recebeu vice-Presidente dos EUA em audiência privada

Lusa

O papa Francisco recebeu hoje o vice-Presidente dos EUA, Mike Pence, que lhe transmitiu calorosos cumprimentos do Presidente Donald Trump, durante uma audiência privada de uma hora.

Na troca de presentes, o papa Francisco ofereceu vários documentos do pontificado, incluindo o seu texto “Mensagem para a Paz”, tendo recebido um especial agradecimento de Mike Pence que lhe confessou a "enorme alegria" por ter sido recebido no Vaticano.

“Você tornou-me um herói em minha casa”, disse o vice-Presidente norte-americano, referindo-se à honra de ter conseguido uma audiência privada com o sumo pontífice, vindo de uma família “profundamente cristã”.

Para além dos cumprimentos de Donald Trump, Mike Pence deu ao papa uma cruz talhada em madeira de uma árvore do jardim da sua própria residência.

O conteúdo da conversa entre Pence e o papa Francisco não foi tornado público (porque o Vaticano apenas revela o teor de reuniões com chefes de Estado), mas era esperada uma troca de impressões sobre a situação na Líbia e as tensões entre os EUA e o Irão, assim com as possíveis repercussões deste conflito no Iraque.

Num recente discurso perante o corpo diplomático creditado no Vaticano, o papa Francisco disse que "infelizmente o ano novo não parece dar sinais encorajadores, com uma intensificação de tensões e de violência", em referência aos conflitos de que terá hoje falado na reunião com Mike Pence.

A audiência acontece no mesmo dia em que Donald Trump participa numa manifestação anti-aborto, em Washington, tornado-se o primeiro Presidente norte-americano a tomar tal atitude na história das iniciativas da organização Marcha pela Vida.

No final do encontro, Pence apresentou Newt Gingrich, que faz parte da comitiva do vice-Presidente dos EUA, referindo-se a ele como o ‘speaker’ Gingrich, em referência aos tempos em que o republicano foi o orador principal no processo de ‘impeachment’ contra o Presidente Bill Clinton, em 1998.

Após a audiência no Vaticano, Pence deslocou-se para Roma, para se encontrar, separadamente, com o Presidente italiano, Sérgio Mattarella, e com o primeiro-ministro, Giuseppe Conte.