Há festa no adro da Igreja da Ribeira Seca

Miguel Silva

O presidente da Câmara e o presidente da Assembleia Municipal juntaram-se aos fiéis que foram saudar o padre Martins Júnior depois de revogada a suspensão que vigorava há 42 anos.

“Estamos a celebrar a decisão do senhor bispo”, disse há instantes o presidente da Câmara de Machico. Ricardo Franco não escondia a alegria que sentia e que disse ser transversal às dezenas de pessoas que foram ter ao adro da igreja para comemorar o fim da suspensão do padre Martins Júnior, hoje anunciado pelo bispo do Funchal.

A decisão do bispo Nuno Brás foi divulgada em comunicado da Diocese do Funchal pelas 20 horas e rapidamente gerou uma onda de reações de entusiasmo, com palavras de carinho para com o padre de Machico e elogios à decisão do bispo.

Essas palavras são também reiteradas pelo presidente da Câmara. Ao JM, Ricardo Franco fala mesmo numa reação de júbilo da população. “A justiça demorou, mas chegou”, disse o autarca. “O senhor padre merece profundamente este reconhecimento”, acrescentou.

Ricardo Franco lembra que a decisão tomada em 1977 teve motivos políticos, mas a decisão de hoje surge de acordo com “uma fundamentação eclesiástica que vem repor a verdade”.

Entre as pessoas que se juntaram no adro da Igreja da Ribeira Seca estava também o presidente da Assembleia Municipal de Machico, João Bosco.