Vigília Pascal “é a noite em que Cristo ressuscita vitorioso”

Guadalupe Pereira

O bispo do Funchal disse este sábado, na homilia da missa da Vigília Pascal, que esta “é a noite em que Deus passa vitorioso pelas nossas vidas, e nos oferece a salvação”.

D. Nuno lembra que “quando a morte parecia ter levado a melhor, quando tudo parecia perdido e a Palavra ter sido também ela derrotada, quando o grande silêncio envolveu o mundo no dia de Sábado — foi então que o Senhor Jesus, vencendo a morte e o pecado, ressuscitou vitorioso do túmulo. E esta Boa Notícia acabou de ressoar também hoje nesta catedral: Aleluia!”

Frisando que, “esta é a noite em que Cristo ressuscita vitorioso do túmulo e nos oferece a vida. Hoje a morte foi vencida, e a nós, que no batismo fomos sepultados com Cristo, foi-nos dada a graça de com Ele ressurgirmos e vivermos para sempre”.

“Agora conhecemos o plano de Deus; conhecemos a Sua obra-prima: Jesus ressuscitado, Homem novo que dá origem a um novo modo de viver, a uma humanidade nova, renascida a partir das águas do batismo”, transmitiu D. Nuno Brás

“Quem poderia deixar-se dormir, sabendo que a morte foi para sempre derrotada? Esta é a noite que brilha como o dia porque para todos foi escancarado o horizonte da vida eterna — e, em dia como este, não podemos dormir, não podemos descansar”, afirmou D. Nuno Brás referindo-se ao simbolismo fundamental da celebração litúrgica desta noite.

O bispo acrescentou que é preciso vigiar. “Vigiemos por nós, pelos irmãos, pelo mundo onde vivemos”. Pedindo aos cristãos que assumam “essa atitude de vigilância em toda a nossa vida”. E que “vigiemos e proclamemos ao mundo a ressurreição de Cristo, que é vitória de Deus e vitória do ser humano. A nossa vitória”.