Restos mortais humanos encontrados em embaixada do Vaticano em Roma

Está a ser investigada pela polícia italiana a descoberta de ossos humanos na embaixada do Vaticano, em Itália. De acordo o Vaticano, a análise forense concluiu esta quarta-feira que os restos mortais podem corresponder aos de Emanuela Orlandi, filha de 15 anos de um funcionário que desapareceu em 1983.

De acordo com a mesma fonte, citada pelo Correio da Manhã, os fragmentos de ossos foram descobertos durante a remodelação de um anexo do complexo de embaixadas da Santa Sé, perto do museu Villa Borghese, em Roma. Este desaparecimento de Orlandi é considerado um dos maiores mistérios da história italiana moderna.