Fátima vai ter écrans gigantes para acompanhar cerimónias

Lusa

Écrans gigantes vão ser colocados em vários pontos de Fátima para que quem não consiga chegar perto da Cova da Iria possa acompanhar as cerimónias no Santuário, durante a visita do papa, a 12 e 13 de maio.

O presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca (PS), disse hoje que a vinda do papa Francisco a Fátima está a ser preparada ao mais pequeno pormenor, por um grupo restrito - e mais alargado - de todas as entidades que vão estar envolvidas nas várias operações previstas para os dias 12 e 13 de maio.

Paulo Fonseca explicou que existe um grupo restrito constituído pela Câmara Municipal, onde está o presidente, como responsável pela proteção civil, e representantes do santuário, da GNR, da Autoridade Nacional da Proteção Civil, o presidente da Aciso e o presidente da Junta de Freguesia de Fátima, que "têm avaliado ponto por ponto toda a organização".

Segundo o presidente do Município de Ourém, no distrito de Santarém, "gerir um milhão de pessoas é um problema muito grande" e todas as medidas deverão ser apresentadas na próxima sexta-feira, no Santuário de Fátima.

Levantando um pouco o véu de algumas destas iniciativas previstas, Paulo Fonseca revelou que "vão ser colocados écrans gigantes ao longo da cidade com o objetivo de descomprimir as pessoas".